PUBLICIDADE

Público investe na arte de se transformar em seus personagens preferidos

A cada edição da CCXP que passa, os cosplayers aumentam o nível do jogo

4 dez 2022 - 05h00
Compartilhar
Exibir comentários
Cosplayers encaram maratona na CCXP22:

Quem andou pelo pavilhão de eventos São Paulo Expo, localizado na capital de São Paulo, entre os dias 1 e 4 de dezembro, encontrou pelos corredores figuras ilustres como o Homem de Ferro, Wandinha, Gamora, e até personalidades não tão amigáveis, como a Feiticeira Branca de "As Crônicas de Nárnia: O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa". Isso é a CCXP22. 

Os painéis e experiências imersivas do evento encantam o público, mas os cosplayers dão um show à parte. Os artistas investem tempo e dinheiro para se tornarem seus personagens favoritos e não há idade para começar. 

Grupo faz cosplay do clássico "Os Caça-Fantasmas"
Grupo faz cosplay do clássico "Os Caça-Fantasmas"
Foto: Divulgação/CCXP22/I Hate Flash

Maria Luiza, de 9 anos, ocupou um espaço no Cosplay Universe - área dedicada aos cosplayers - para se transformar na personagem Hatsune Miku. Seu pai, o cirurgião dentista Delano Capucho, a ajudou com o traje, mas era Maria Luiza quem dava os toques finais, como fazer a própria maquiagem. 

"Ela sempre teve uma atração por isso, sempre gostou de anime, de mangá. A gente sempre incentivou isso com as fantasias, só que antes eram fantasias de princesa", explicou Capucho à reportagem do Terra.

A repórter Paola Cecchi entrou no Cosplay Universe e conferiu transformações incríveis que você pode acompanhar na reportagem acima. 

Fonte: Redação Entre Telas
Compartilhar
Publicidade
Publicidade