PUBLICIDADE

'Tomei uns pontinhos', diz músico do Revelação esfaqueado em assalto em bloco na BA

Rogerinho, que precisou de atendimento médico após entrar em luta corporal com um dos suspeitos, tranquilizou fãs pelas redes sociais

12 fev 2024 - 16h50
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Reprodução: Redes Sociais

Membro do grupo Revelação, o músico Rogerinho, que foi vítima de um assalto em Salvador, Bahia, neste fim de semana, usou as redes sociais para tranquilizar os fãs após o caso. Ele foi assaltado enquanto deixava um bloco de Carnaval onde tinha se apresentado com o grupo.

"Passando aqui para agradecer o carinho e a preocupação de vocês. Estou bem na medida do possível. Não reaja a assalto. Machuquei minha mão, tomei uns pontinhos. Daqui a pouco estou 100%. Sou meio inconsequente de vez em quando, mas que isso sirva de lição para mim e para todos. Estou aqui no hotel com a rapaziada. Não dá para tocar, mas vou ficar por aqui com eles", disse o músico

Segundo a assessoria de imprensa do Revelação, o assalto ocorreu por volta das 5h da manhã deste domingo.Rogerinho e seu colega de banda, Mauro Jr., "perderam todos os seus pertences". 

"Durante a ação, Rogerinho foi esfaqueado ao tentar se defender dos bandidos. O músico foi atendido em um hospital local e levou seis pontos em uma das mãos, além de cortes superficiais nas costas. Rogerinho passa bem apesar do susto e já está se recuperando em casa", informou o grupo.

Após entrar em uma luta corporal com um dos assaltantes, Rogerinho foi esfaqueado e precisou receber atendimento em um hospital da região, onde levou seis pontos na mão. Apesar do susto,  segundo a assessoria, ele está bem, e a agenda do grupo não foi afetada.

Segundo a Polícia Civil da Bahia, o caso foi registrado como roubo majorado, na 1ª Delegacia Territorial (DT/Barris).

"Uma das vítimas, que entrou em luta corporal com um suspeito, sofreu escoriações causadas por um golpe de arma branca. O homem não realizou os exames de lesões corporais por estar em procedimento de embarque para outra cidade. A Delegacia de Proteção ao Turista apurará o caso", diz a PC, em nota.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade