0

Sandro Veronesi vence Prêmio Strega pela 2º vez

Premiação é a mais importante da literatura italiana

3 jul 2020
08h08
atualizado às 08h14
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O escritor Sandro Veronesi conquistou na noite desta quinta-feira (2) o Prêmio Strega, principal honraria da literatura italiana, com o romance "Il colibrì" ("O colibri", em tradução livre).

Sandro Veronesi no palco do Prêmio Strega 2020
Sandro Veronesi no palco do Prêmio Strega 2020
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

O autor recebeu 200 votos e superou Gianrico Carofiglio, com "La misura del tempo" ("A medida do tempo"), que teve 132. Valeria Parrella ("Almarina") ficou em terceiro lugar, com 86 votos.

Veronesi, 61 anos, venceu o Prêmio Strega pela segunda vez na carreira. A primeira foi em 2006, com o romance "Caos calmo", que chegou a ser lançado no Brasil pela editora Rocco e foi adaptado para o cinema com Nanni Moretti no papel de protagonista. Até então, apenas Paolo Volponi havia conquistado o prêmio duas vezes (1965 e 1991).

O escritor dedicou a vitória à sua família e a Umberto Eco, um dos fundadores da editora La Nave di Teseo, que lançou "Il colibrì". "Penso na minha família, nos meus filhos, na minha esposa, nos meus irmãos. Penso em minha editora, em Elisabetta Sgarbi [também fundadora da Nave di Teseo], Umberto Eco, que foi tão generoso ao fundar essa editora", disse Veronesi.

"Il colibrì" narra a vida de Marco Carrera, apelidado de "colibri" por sua mãe devido à sua pequena e graciosa estatura, e se passa entre os anos 1970 e um futuro próximo. O romance vai e volta no tempo para contar as coincidências fatais, as perdas e os amores jamais realizados na trajetória de Carrera, que resiste a tudo e continua em frente.

Veja também:

Parque de ferromodelismo é inaugurado sob pista de esqui na Alemanha
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade