PUBLICIDADE

Publicações "impulsionadas" nas versões iOS do Facebook e do Instagram pagarão taxa adicional à Apple

15 fev 2024 - 15h58
Compartilhar
Exibir comentários

A Meta informou nesta quinta-feira que empresas que "impulsionarem" suas publicações no Facebook e no Instagram na versão iOS dos aplicativos precisarão pagar uma taxa de serviço adicional de 30% à Apple, a operadora da loja de aplicativos.

Os anunciantes poderão impulsionar seu conteúdo no Instagram e no Facebook por meio de um navegador, sem precisar pagar as taxas de serviço da Apple, afirmou a Meta.

A Apple havia anunciado as diretrizes atualizadas da sua loja de aplicativos App Store em 2022. A Meta disse que começará a implementar as mudanças este mês nos Estados Unidos e que outros mercados estarão sujeitos a esta taxa ainda este ano.

Um porta-voz da Meta se recusou a comentar se haveria algum impacto significativo com a mudança.

"Somos obrigados a cumprir as diretrizes da Apple ou remover publicações impulsionadas de nossos aplicativos", disse a Meta em comunicado.

"Não queremos remover o recurso de impulsionar publicações, já que isso prejudicaria pequenas empresas, tornando o recurso menos detectável e potencialmente privando as empresas de uma forma valiosa de promover seus negócios."

Como parte da mudança, os anunciantes que impulsionarem suas publicações no iOS serão cobrados pela Apple, não pela Meta, e serão obrigados a pagar antecipadamente, em vez de após a veiculação dos anúncios.

Publicações impulsionadas é um produto oferecido pela Meta para empresas que desejam promover seu conteúdo em aplicativos como Facebook ou Instagram, sem a necessidade de criar uma campanha por meio da ferramenta de publicidade Ads Manager.

"O impulsionamento, que permite a um indivíduo ou organização pagar para aumentar o alcance de uma publicação ou perfil, é um serviço digital - então, é claro que a 'Compra no Aplicativo' é necessária", disse a Apple em comunicado. "Esse sempre foi o caso e há muitos exemplos de aplicativos que fazem isso com sucesso."

A Apple, contudo, disse que os clientes da Meta ainda podem usar um aplicativo separado chamado "Meta Ads Manager" para pagar suas campanhas publicitárias sem oferecer comissões à Apple, já que ele se enquadra em uma isenção para aplicativos de gerenciamento de campanhas publicitárias.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade