PUBLICIDADE

Microsoft adia lançamento de recurso Recall AI por questões de segurança

14 jun 2024 - 11h03
(atualizado às 14h03)
Compartilhar
Exibir comentários

A Microsoft não lançará o "Recall", uma ferramenta de inteligência artificial que acompanha o uso do computador, na próxima semana e, em vez disso, fará uma prévia da tecnologia com um grupo menor mais tarde, anunciou a empresa, em meio a preocupações com riscos à privacidade.

O recurso Recall rastreia a navegação na Web e os bate-papos por voz, criando um histórico armazenado no computador que o usuário pode pesquisar quando precisar se lembrar de algo que fez, mesmo meses depois.

O Recall agora estará disponível apenas como uma prévia no Windows Insider Program (WIP) nas próximas semanas, em vez de ser amplamente disponibilizado para usuários de PCs Copilot+ em 18 de junho, disse a Microsoft.

A decisão está "enraizada em nosso compromisso de fornecer uma experiência confiável, segura e robusta para todos os clientes e buscar feedback adicional antes de disponibilizar o recurso para todos os usuários do Copilot+ PC", disse a empresa.

Os PCs Copilot+ são uma categoria de computadores pessoais com recursos de inteligência artificial (IA) que foram revelados em maio. Já o  WIP é um programa público de testes de software que permite que milhões de "grandes fãs do Windows" visualizem os próximos recursos do sistema operacional.

A empresa disse que planeja disponibilizar a visualização do Recall para todos os PCs Copilot+ em breve, após o feedback da comunidade WIP.

Preocupações com a privacidade foram levantadas logo após o anúncio desse recurso, com alguns usuários de mídia social expressando temores de que ele poderia permitir a espionagem, enquanto o bilionário Elon Musk o chamou de "episódio de Black Mirror", fazendo comparações com a série da Netflix que explora os efeitos nocivos da tecnologia avançada.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade