PUBLICIDADE

Conheça pirâmides "secretas" fora do Egito

Construções em forma de pirâmide existem em diferentes países, mas são ignoradas por muitos

28 mar 2024 - 05h00
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
As pirâmides egípcias também se espalharam para outras partes do mundo, especialmente para América, Ásia e Europa, sendo preservadas em grandes sítios arqueológicos como o El-Kurru, no Sudão, a Grande Pirâmide de Cholula, no México, e as de Tikal, na Guatemala.
Você sabia? Pirâmides não ficam concentradas só no Egito
Você sabia? Pirâmides não ficam concentradas só no Egito
Foto: Osama Elsayed/Unsplash

O Egito é bastante famoso por suas pirâmides. Mas você sabia que essas estruturas se espalham mundo afora?

As antigas edificações egípcias, feitas em alvenaria, foram construídas para abrigar os corpos dos faraós. Mais de 120 pirâmides estão catalogadas no Egito, sendo as mais conhecidas Quéops, Quéfren e Miquerinos, na península de Gizé. As edificações começaram no Antigo Império, por volta de 2686 a 2181 a.C., e perduraram até o século IV d.C.

Entretanto, fora do Egito, pirâmides espetaculares são encontradas na América, Ásia e Europa. Diferentes culturas e civilizações, seja dos astecas no México aos templos da Indonésia, revelam história por meio de construções imponentes.

O Sudão abriga muitas das impressionantes estruturas em formato pirâmide. O sítio arqueológico de El-Kurru, no norte do país, é um dos mais importantes da antiga Núbia. Seu cemitério piramidal foi o lugar destinado ao descanso de reis e é um dos mais bem preservados do país.

Sítio arqueológico de El-Kurru, no Sudão
Sítio arqueológico de El-Kurru, no Sudão
Foto: Bertramz, CC BY 3.0, via Wikimedia Commons

Apesar dos saques realizados para extrair objetos preciosos, as construções permitem contar a história de uma civilização e dar pistas sobre o passado da região.

No México, a Grande Pirâmide de Cholula, conhecida por ser uma das maiores do mundo, também comporta uma igreja em seu topo. Está localizada no estado de Puebla. Foi abandonada, coberta de folhagem e solo, assemelhando-se a uma colina, o que levou à construção da capela no local sem que soubessem estar sobre a pirâmide.

Grande Pirâmide de Cholula
Grande Pirâmide de Cholula
Foto: Wikimedia Commons

Ela foi descoberta em 1910, durante a realização de obras. Hoje, os visitantes podem explorar a rede de túneis até chegar à igreja Nuestra Señora de los Remedios.

Na Guatemala é possível ver os restos das Pirâmides de Tikal, ou seja, templos que foram levantados pelos maias para referenciar deuses entre 300 e 900 d.C., que foram abandonadas por cerca de 800 anos, até serem descobertas por exploradores na década de 1840.

A maior construção é o Templo-Pirâmide IV, com cerca de 72 metros de altura, que hoje está inserida no Parque Nacional Tikal na Guatemala que, desde 1979, foi declarado Patrimônio Mundial da Unesco.

Como o Egito antigo guardava gelo? Como o Egito antigo guardava gelo?

Em Roma, Itália, está a Pirâmide de Céstio. A brilhante pedra branca, que chega a ser interpretada por muitos como uma estrutura moderna, na verdade é um antigo túmulo, construído para o magistrado romano Caio Céstio, há cerca de dois mil anos, por volta de 18 e 12 a.C., durante o reinado do primeiro imperador romano, César Augusto.

Bem curiosa também é a construção Templo de Kukulcán, pirâmide apelidada El Castillo, na antiga cidade de Chichen Itza, que possui 91 degraus de cada lado que, combinados com o degrau compartilhado no topo, completam 365 passos, ou seja, um para cada dia do ano.

Templo de Kukulcán
Templo de Kukulcán
Foto: Pixabay

Outra característica da pirâmide é que, nos equinócios de primavera e outono, sombra e luz formam uma série de triângulos na lateral da escadaria norte, onde é possível notar a formação de uma cobra que parece se movimentar. Como visto, são muitos os segredos e mistérios guardados pelas pirâmides e cada parte do mundo pode contar sua história por meio dessas admiráveis construções.

Fonte: Redação Byte
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade