PUBLICIDADE

Odysseus: primeira sonda privada dos EUA hiberna na Lua após pouso

O lander Odysseus, da Intuitive Machines, entrou em hibernação para enfrentar o frio da noite lunar. Há chances de que ele volte a funcionar em algumas semanas

1 mar 2024 - 14h45
(atualizado às 17h42)
Compartilhar
Exibir comentários

O lander Odysseus, da Intuitive Machines, foi desativado nesta quinta-feira (29), medida necessária devido à chegada da fria noite lunar. A espaçonave desceu ao nosso satélite natural no dia 22, marcando o primeiro pouso de uma sonda privada na Lua e o primeiro de uma espaçonave dos Estados Unidos desde a Apollo 17, em 1972. 

Foto: Intuitive Machines via X / Canaltech

A hibernação do Odysseus (ou apenas Odie, como também é chamado) começou depois que seus controladores receberam sua última foto. A imagem — que talvez seja a despedida do lander — foi tirada pouco antes do pouso, e mostra a parte inferior do lander, a Terra e o Sol ao fundo.

Após a chegada da foto, eles enviaram um comando para deixar o computador e sistemas de energia do lander no modo standby. Desta forma, eles esgotaram as energias das baterias do Odysseus e o prepararam para um "cochilo lunar". 

O procedimento permite também que ele acorde em algumas semanas, se seus componentes resistirem. "Boa noite, Odie. Esperamos ouvir de você novamente", escreveu a Intuitive Machines em uma publicação no X, o antigo Twitter

Vale lembrar que existem chances de que o Odysseus retome suas atividades. Basta lembrar o que aconteceu com o SLIM, lander do Japão que também entrou em hibernação para enfrentar a noite em nosso satélite natural: apesar do frio, no início da semana a agência espacial japonesa JAXA confirmou que o SLIM voltou à ativa. 

Sonda Odysseus 

Lançado em 15 de fevereiro por um foguete Falcon 9, da SpaceX, o Odysseus pousou perto da cratera Malapert A, a 300 km do polo sul da Lua. Fotos tiradas durante a descida mostraram que ele acabou quebrando uma ou mais pernas no pouso

Em seu interior, o Odysseus levou cargas úteis de clientes privados e da NASA. Como a agência espacial conseguiu coletar dados de todos os seus instrumentos ativos no Odie, considerou o pouso um verdadeiro sucesso.

Fonte: AP News

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade