PUBLICIDADE

Nasa encontra sete planetas maiores que a Terra orbitando estrela parecida com o Sol

O telescópio Kepler coletou dados sobre o sistema Kepler-385, e novas análises dos dados revelaram as características dos planetas existentes ali

6 nov 2023 - 17h46
(atualizado em 7/11/2023 às 09h30)
Compartilhar
Exibir comentários

Um novo sistema de exoplanetas foi encontrado em dados do telescópio Kepler, da NASA. Após astrônomos analisarem os dados do observatório coletados antes do fim de suas atividades, em 2018, encontraram os sete planetas mundos orbitando a estrela Kepler-385.

Foto: NASA/Daniel Rutter / Canaltech

Esta é uma estrela parecida com o Sol, sendo 10'% maior e 5% mais quente que nosso astro. Cada planeta ali recebe mais radiação dela do que qualquer um dos mundos do Sistema Solar, e todos parecem ser maiores que a Terra, mas menores que Netuno.

Representação da estrela Kepler-385 e os sete planetas em sua órbita (Imagem: Reprodução/NASA/Daniel Rutter)
Representação da estrela Kepler-385 e os sete planetas em sua órbita (Imagem: Reprodução/NASA/Daniel Rutter)
Foto: Canaltech

Os mundos mais internos do sistema parecem ser rochosos e cobertos por atmosferas finas. Os demais são planetas maiores com raio equivalente a quase o dobro daquele da Terra, e podem ser envolvidos por atmosferas espessas.

A agência espacial divulgou também uma sonificação, que mostra os dados orbitais destes mundos transformados em sons. Confira:

O sistema está a mais de 4.600 anos-luz da Terra e alguns de seus planetas foram confirmados em 2014, enquanto os demais foram considerados candidatos. Agora, os cientistas conseguiram confirmar os demais, e descobriram novos detalhes sobre Kepler-385.

O artigo que descreve a descoberta foi publicado no repositório arXiv.

O telescópio espacial Kepler

Lançado em 2009, o telescópio Kepler finalizou sua missão primária em 2013. Depois, ele iniciou sua missão estendida, e seguiu em atividade até 2018. Este foi o primeiro telescópio da NASA desenvolvido para procurar exoplanetas, e revelou que eles existem aos bilhões na Via Láctea.

A descoberta do sistema Kepler-385 mostra que, mesmo tanto anos após o fim das atividades do Kepler, os dados continuam revelando mais sobre a nossa galáxia e planetas nela. O Kepler-385 é um dos destaques do catálogo Kepler Space Telescope, que vai trazer dados de cerca de 4.400 candidatos a planetas e 700 sistemas planetários múltiplos.

Fonte: NASA, arXiv

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade