PUBLICIDADE

Estudantes suíços criam habitat espacial que cabe dentro da Starship

Impresso em 3D, o Rosenberg Space Habitat tem 23 metros de altura e é dividido em três ambientes, com acomodações para dois tripulantes

25 jul 2022 - 18h51
(atualizado às 21h27)
Ver comentários

Estudantes com idade entre 6 e 18 anos do internato suíço Institut auf dem Rosenberg trabalharam com a empresa de arquitetura dinamarquesa SAGA Architects para projetar um habitat espacial que poderá um dia ser levado ao espaço pela Starship, espaçonave sendo desenvolvida pela SpaceX.

Batizado de Rosenberg Space Habitat (RSH), o habitat é a maior estrutura em polímetro produzida em impressão 3D, com 23 metros de altura. O tamanho foi propositalmente limitado à capacidade de carga da Starship. O material foi escolhido por ser mais leve que o concreto, normalmente usado na impressão de casas e estruturas de larga escala, e inclui um estabilizador UV para aumentar sua durabilidade mesmo quando exposto aos níveis mais altos de radiação ultravioleta no espaço.

As paredes externas do RSH foram impressas em Milão, na Itália, enquanto o interior foi construído em Copenhagem, na Dinamarca, em parceria com empresas como a Camozzi e Ingersol. O espaço interno foi projetado para dois ocupantes e é dividido em 3 andares: o primeiro é dedicado à higiene e também abriga um laboratório e uma oficina. O segundo é dedicado a trabalho, recreação e entretenimento, e o terceiro é voltado à privacidade e descanso.

Foto: Institut auf dem Rosenberg / SAGA / Canaltech

O RSH está instalado no Future Park, um espaço no instituto onde os estudantes podem conduzir pesquisas e executar projetos sob a supervisão de professores e especialistas em ciência, tecnologia e design. Experimentos realizados no RSH explorarão o bem-estar humano, testando hardware e software e desenvolvendo ferramentas de monitoramento para sistemas de controle remoto de missão. Os alunos também explorarão a importância da estimulação sensorial em ambientes remotos com instalações de luz, som e cheiro.

"O Rosenberg Space Habitat é de última geração em habitats espaciais analógos. Foi desenvolvido em tempo recorde, desde os esboços iniciais até o habitat final totalmente funcional em apenas alguns meses", disse Sebastian Frederiksen, fundador da SAGA Space Architects.

"Além disso, este é um ótimo exemplo de como trabalhar com o espaço sideral também está ampliando os limites da tecnologia e da arquitetura aqui na Terra, pois esta é a 'casa' de plástico impressa em 3D mais alta do mundo. Este é apenas o começo do habitat, e agora a pesquisa e a educação vão começar. Espero que possamos aprender muito sobre como viver na Lua", afirmou.

Fonte: Institut auf dem Rosenberg

Trending no Canaltech:

Canaltech
Publicidade
Publicidade