PUBLICIDADE

Destaque da NASA: nuvem molecular e estrelas são foto astronômica do dia

A foto destacada pela NASA hoje mostra parte da nuvem molecular Taurus, uma região repleta de estrelas em formação. Saiba mais sobre os objetos ali

23 nov 2023 - 15h16
(atualizado às 20h31)
Compartilhar
Exibir comentários

Nesta quinta-feira (23), a foto astronômica destacada pela NASA no site Astronomy Picture of the Day mostra parte da nuvem molecular Taurus, encontrada a 430 anos-luz da Terra. A imagem mostra os detalhes de uma região ao norte da estrela Aldebaran.

Localizada a cerca de 65 anos-luz da Terra, Aldebaran é uma gigante vermelha, ou seja, é uma estrela maior que o Sol e bem mais fria. Ela é a estrela mais brilhante da constelação Taurus, o Touro, e a 14ª mais luminosa no céu.

Parte da nuvem molecular Taurus (Imagem: Reprodução/Yuexiao Shen, Joe Hua)
Parte da nuvem molecular Taurus (Imagem: Reprodução/Yuexiao Shen, Joe Hua)
Foto: Canaltech

No canto inferior esquerdo da foto, está a região catalogada como Sh2-239, localizada na parte sudeste da nuvem molecular. Ela mede quase 3 anos-luz, e em seu interior estão objetos Herbig-Haro, formados por nebulosas associadas a estrelas jovens.

A imagem mostra também a Nebulosa Variável de Hindi, catalogada como NGC 1555. Curiosamente, o brilho dela varia em um ritmo diferente daquele da estrela T Tauri na foto, tornando a região ainda mais misteriosa.

Estrelas T Tauri

A parte superior direita da foto mostra a estrela T Tauri. Estas estrelas têm menos de um milhão de anos, o que significa que são bastante jovens em termos astronômicos, e ainda estão nas etapas iniciais dos seus processos evolutivos.

Elas costumam ser de massa intermediária (têm menos de três massas solares). Como ainda não têm temperatura central suficiente para a fusão nuclear, elas são como estrelas em uma etapa intermediária entre as protoestrelas e aquelas da sequência principal pouco massivas, como o Sol.

O brilho das estrelas T Tauri varia periodicamente, ajudando os astrônomos a entender as diferentes composições delas. Além disso, como fazem parte de uma etapa bastante inicial da evolução estelar, estas estrelas revelam informações importantes sobre processos de formação de estrelas e de planetas.

Fonte: APOD

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade