PUBLICIDADE

Carros voadores: Embraer anuncia produção do primeiro protótipo de eVTOL este ano

Montagem do veículo eVTOL será realizada em Taubaté, no interior de São Paulo, até o fim de 2024

24 abr 2024 - 13h16
Compartilhar
Exibir comentários
A Eve Air Mobility, subsidiária da Embraer (Empresa Brasileira de Aeronáutica), prepara o lançamento de veículo que promete transformar a mobilidade aérea urbana
A Eve Air Mobility, subsidiária da Embraer (Empresa Brasileira de Aeronáutica), prepara o lançamento de veículo que promete transformar a mobilidade aérea urbana
Foto: - Divulgação/EVE / Flipar

O primeiro protótipo de eVTOL (abreviação em inglês de Electric Vertical Take-Off and Landing, veículo elétrico que decola e pousa na vertical), será produzido em tamanho real até o fim deste ano. 

O anúncio foi feito pela empresa de mobilidade urbana Eve Air Mobility, principal acionista da Embraer. A montagem do veículo — que ficou conhecido pelo nome "carro voador" — será realizada em Taubaté, no interior de São Paulo.

“A Eve só tinha montado e até colocou para voar o modelo de escala 1:3, que é como se fosse um drone gigante. Agora, vamos produzir o veículo de verdade, que iremos usar no futuro”, disse o presidente da Embraer-X, área de inovação da Embraer, Daniel Moczydlower, em entrevista ao g1.

Segundo Moczydlower, os primeiros testes de campanha de acontecerão na cidade de Gavião Peixoto, a 330 km da capital paulista.

Detalhes técnicos do carro voador

  • A aeronave é 100% elétrica e possui alcance de 100 quilômetros;
  • Utiliza uma configuração de decolagem e cruzeiro — termo que identifica a velocidade do avião com motor em rendimento máximo;
  • O sistema abrange oito rotores distribuídos em uma asa convencional dedicados para voo vertical e um motor para voar em cruzeiro como um avião, garantindo alto desempenho e segurança;
  • Tem capacidade para quatro passageiros (sendo possível até seis em operação autônoma, conforme avanços regulatórios e de infraestrutura);
  • Possui zero emissão de CO2, e até 90% menos ruído do que um helicóptero comum;
  • Os voos com eVTOLs deverão reduzir viagens intraurbanas de mais de uma hora para 15 a 20 minutos.
  • Com baixo custo de manutenção, atende a 99% dos trajetos intraurbanos das grandes metrópoles.

Os eVTOLs utilizarão a estrutura de um vertiporto para deslocamento. Segundo a fabricadora, helipontos existentes podem ser adaptados e equipados com estações de carregamento para comportar as operações. 

Como os satélites capturam imagens da Terra? Como os satélites capturam imagens da Terra?

O objetivo da Eve é que os vertiportos sejam organizados como centros de transporte, proporcionando às pessoas múltiplas opções de deslocamento, como trens, ônibus, bicicletas e patinetes, facilitando o trajeto até seus destinos. Leia mais aqui

Afinal, quando teremos carros voadores no Brasil? 

O projeto dos carros voadores segue o cronograma previsto da Eve, com a campanha de testes esperada para 2024 e alvo para primeiras entregas e entrada em serviço em 2026. 

“A empresa desde 2021 tem realizado diversas iniciativas de conceitos de operação e simulações que utilizam helicópteros como substitutos dos eVTOLs para testes de serviços terrestres, requisitos de infraestrutura e equipamentos, além do entendimento das jornadas do veículo e passageiros”, informou a Eve ao Byte

Fonte: Redação Byte
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade