Tire a ideia do papel e crie hoje o site para o seu negócio com até 35% de desconto

Incêndio atinge galpão da Cinemateca Brasileira em SP

Ocorrência foi registrada às 18h04 pelo Corpo de Bombeiros; não há registro de vítima e a causa do fogo ainda é desconhecida

29 jul 2021 19h01
| atualizado às 21h00
Compartilhar

Um incêndio atingiu nesta quinta-feira (29) um galpão da Cinemateca Brasileira na Vila Leopoldina, zona oeste de São Paulo. Até o momento, não há registro de vítimas.

Foto: Reprodução

Segundo o Corpo de Bombeiros, pelo menos 11 viaturas foram enviadas para a Rua Othão, 290, após o chamado ser registrado por volta das 18h (horário de Brasília). No endereço há um conjunto de galpões que guarda parte do acervo da Cinemateca Brasileira.

Publicidade

O prédio em questão não é a sede principal da Cinemateca, que está localizada na Vila Clementino, na zona sul da capital paulista. No galpão, porém, teria um acervo de pelo menos 2 mil documentos e filmes de longas e curta-metragens armazenados.

De acordo com informações preliminares, o incêndio teria começado com um curto-circuito do ar condicionado. A principal instituição de preservação do audiovisual do Brasil está no meio de um imbróglio envolvendo o governo federal que já se arrasta há anos. No ano passado, inclusive, o Ministério Público Federal em São Paulo apresentou uma ação na Justiça contra a União por abandono da Cinemateca.

Segundo o Corpo de Bombeiros, 17 viaturas trabalharam no local e, por volta das 19h50, conseguiram conter as chamas. Não há registro de vítima e a causa do fogo ainda é desconhecida. O secretário estadual de Cultura de São Paulo, Sérgio Sá Leitão, afirmou que o incêndio foi controlado e que a extensão dos danos está sendo avaliada.

A Secretaria Especial de Cultura do Ministério do Turismo informou que pediu para a Polícia Federal investigar as causas do incêndio. "Só após o seu controle total pelo Corpo de Bombeiros que atua no local poderá determinar o impacto e as ações necessárias para uma eventual recuperação do acervo e, também, do espaço físico", diz trecho da nota da Secretaria.

Publicidade

A assessoria da pasta também disse que o secretário adjunto, Hélio Ferraz, viajará para São Paulo a fim de acompanhar os desdobramentos do caso. O secretário Mário Frias e o ministro do Turismo, Gilson Machado, estão na Itália participando de um evento do G20, grupo de países desenvolvidos e emergentes.

Com informações do Estadão Conteúdo. 

  
Está gostando da notícia? Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações