Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Negros são as maiores vítimas de crimes violentos no País

Anuário Brasileiro de Segurança Pública revela um dos retratos da discriminação racial no Brasil

3 jul 2022 - 08h29
(atualizado às 08h29)
Compartilhar
Protesto contra mortes de vidas negras no Brasil
Protesto contra mortes de vidas negras no Brasil
Foto: Reuters

Pessoas negras são a maioria das vítimas de crimes violentos no Brasil, segundo o 16° Anuário Brasileiro de Segurança Pública, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, responsável pelo levantamento.

Entre casos de homicídio doloso (quando há intenção de matar), latrocínio (roubo seguido de morte), lesão corporal seguida de morte e mortes por intervenção policial, 78% das vítimas eram negras e 21,7% brancas.

Publicidade

A maior diferença está nos números de mortes por intervenção policial. De acordo com o levantamento, 84% das vítimas nesses casos eram negras. A morte de policiais em serviço também forma outro retrato da discriminação racial: 67,7% de policiais militares e civis mortos neste ano são negros.

A discriminação racial também é vista em casos de feminicídio - quando a mulher é morta por ser mulher. Nesses casos, 62% dos registros são de mulheres negras, e 37,5% brancas.

O Anuário Brasileiro de Segurança Pública se baseia em informações fornecidas pelas secretarias de segurança pública estaduais, pelas polícias civis, militares e federal, entre outras fontes oficiais da Segurança Pública.

Fonte: Redação Terra
Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações