Técnico do São Paulo, Carpini desconversa sobre demissão e sente respaldo da diretoria

Treinador acumulou sua segunda derrota consecutiva no Brasileirão

18 abr 2024 - 06h02
(atualizado às 07h36)
Foto: Lance!

Pressionado por conta dos maus resultados, Tiago Carpini desconversou quando foi questionado sobre seu futuro no São Paulo. O comandante sofreu duas derrotas no Brasileirão, mas afirmou que seguirá trabalhando da melhor forma.

- Quem tem que responder essa pergunta não sou eu. Eu me vejo fazendo o que sempre fiz. Trabalhando e fazendo meu melhor. Essa especulação de fica, não fica, sai, não sai, tem mais de 30 dias. Eu sigo trabalhando enquanto for o comandante.

Publicidade

O treinador também deixou claro que se sente respaldado pela diretoria e que não acredita que há conversas com outros nomes para substituí-lo. E disse que não se preocupa com as notícias que são veiculadas.

- Em relação ao noticiário, eu não me preocupo. Eu me preocupo em melhorar aquilo que todos os dias tenho oportunidade. Se a diretoria conversa ou não com outros nomes, quero acreditar que não, porque sempre tivemos uma relação de muito respeito de ambas as partes. Não vejo dessa maneira. Vejo como especulação porque acho que não teria problema algum a diretoria comunicar se isso estivesse acontecendo, pôr um ponto final, se posicionar que sim ou que não. Enquanto eu não for comunicado de nada, me sinto respaldado, porque na verdade tudo o que ouvimos é especulação.

Após duas rodadas, o São Paulo ocupa uma vaga na zona de rebaixamento, e Tiago Carpini segue com o cargo ameaçado. O Tricolor também foi eliminado de forma precoce no Paulistão, e a torcida está insatisfeita com a fase do clube.

CONFIRA OUTRAS RESPOSTAS DE CARPINI:

Publicidade

RESPALDO

- Uma derrota ruim, mais uma derrota, sequência difícil, momento delicado do São Paulo.  Mas mais uma vez valorizo os atletas, o que entregaram dentro de campo, o que nos propusemos a fazer. O respaldo, ninguém me dá... Meu respaldo eu que crio, é o meu trabalho, minha autoestima, minha maneira de ser, o respeito ao meu trabalho, meu princípio. Por mais que as pessoas tendem a falar do ser humano, extrapolam. Me sinto seguro e sigo trabalhando com minhas convicções.

ANÁLISE

- Em relação à partida, são algumas situações vem acontecendo, até por conta dessa instabilidade, esse desequilíbrio emocional, até pela fase ruim, tem um aspecto ruim dentro da partida. Enfrentar o Flamengo aqui é muito difícil, ainda mais com os problemas que estamos sofrendo para escalar, que também tem sido muito corriqueiros. Mesmo com essas situações, enaltecer a luta dos atletas, a entrega. Em momentos o Flamengo foi melhor, quando tomamos o segundo gol reagimos um pouco. As alterações foram para criar mais chances e buscar o primeiro gol. Se não fosse o momento conturbado, tudo o que envolve o jogo de hoje, numa segunda rodada do Brasileiro, um 2 a 1 para o Flamengo no Maracanã não tem nada de absurdo.

Curtiu? Fique por dentro das principais notícias através do nosso ZAP
Inscreva-se