Sócrates é homenageado na França e vira nome de rua em Vila Olímpica

Jogador agora dá nome a logradouro dentro de local onde delegação brasileira estará hospedada durante os Jogos Olímpicos de Paris-2024

29 mar 2024 - 18h00
(atualizado em 30/3/2024 às 15h31)

Sócrates, um dos maiores nomes da história do futebol brasileiro, se tornará nome de rua fora do país. O craque do Corinthians e da seleção brasileira foi homenageado e agora nomeia uma nova rua na cidade de Saint-Ouen, na França, próximo à capital Paris. A homenagem foi oficializada neste sábado, dia 30, com a inauguração da via.

A "Rue Doutor Sócrates" está localizada dentro da Vila Olímpica, onde a delegação brasileira se hospedará durante os Jogos Olímpicos de Paris-2024. A homenagem foi idealizada pelo prefeito da cidade, Karim Bouamrane, e anunciada ainda em outubro do ano passado após um encontro do gestor local com o presidente da Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur), Marcelo Freixo. O local será mantido após a realização da Olimpíada.

Publicidade

Em publicação feita nas redes sociais após o evento de apresentação da nova rua, que aconteceu nesta sexta-feira, dia 29, Karim definiu Sócrates como um "grande jogador de futebol brasileiro que foi ativista pela democracia, igualdade e direitos civis".

"Sócrates encarna os valores de igualdade, progresso, solidariedade, fraternidade e irmandade. Orgulho de que a nossa cidade seja a primeira cidade do mundo a ter uma rua Sócrates", disse o prefeito de Saint-Ouen.

Apesar da declaração de Karim Bouamrane, esta não é a primeira via no mundo que recebe o nome do jogador. Em fevereiro, a Rua Edgar Rodrigues, localizada no boulevard do estádio Santa Cruz, do Botafogo de Ribeirão Preto, clube que revelou o craque para o futebol, passou a se chamar "Esplanada Doutor Sócrates".

Morto em 2011 por causa de uma infecção intestinal, Doutor Sócrates, como era conhecido por causa de sua formação em Medicina, se estivesse vivo, completaria 70 anos em 2024. O ex-meio campista marcou época no Corinthians e na seleção brasileira, pela qual disputou as Copas do Mundo de 1982 e 1986. Fora de campo, ganhou notoriedade pela atuação em favor da democracia nos movimentos Diretas Já e Democracia Corintiana, do qual foi um dos idealizadores.

Publicidade
Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações