Clube volta à elite da Itália e mira contratações de Modric e Icardi

Como vai buscar jogadores experientes na próxima janela de transferências para construir uma equipe competitiva para a Serie A

15 mai 2024 - 21h03
Divulgação/Real Madrid e Hossein/AFP via Getty Images - Legenda: Modric e Icardi estão na mira do Como para 2024/25 -
Divulgação/Real Madrid e Hossein/AFP via Getty Images - Legenda: Modric e Icardi estão na mira do Como para 2024/25 -
Foto: Divulgação/Real Madrid e Hossein/AFP via Getty Images / Jogada10

De volta à elite do futebol italiano após 21 anos, o Como mira contratações de jogadores experientes na próxima janela de transferências para construir uma equipe competitiva para a Serie A. De acordo com informações do jornal 'Gazzetta dello Sport' o clube já tem alguns nomes na lista, com destaque para Luka Mordric, em fim de contrato com o Real Madrid, e Mauro Icardi, que tem contrato com o Galatasaray até 2026.

Ao mesmo tempo, o jornal italiano adianta que os possíveis reforços não param por aí. O Como também tem interesse no goleiro Loris Karius, em fim de contrato com o Newcastle, além de Joaquín Correa, cujo vínculo com o Olympique de Marselha se encerra em 2025. O mesmo acontece com Pedro, que tem acerto com a Lazio até 2025.

Publicidade

Além disso, o Como também planeja manter alguns jogadores que foram importantes no acesso e contam com o aval do treinador Cesc Fábregas. São os casos de Patrick Cutrone, Simone Verdi e Oliver Abildgaard. Ou seja, o objetivo do clube é misturar a qualidade já existente no elenco com outros atletas de maior experiência no futebol europeu.

Investimentos para manter o clube na elite do futebol italiano

Das 13 vezes que participou da elite do futebol italiano, o Como ficou entre os 10 primeiros colocados em apenas quatro delas. Dessa maneira, o clube conta com forte investimento para buscar a manutenção na Serie A.

Os irmãos Hartono, Robert Budi e Michal Bambang são os principais investidores do Como. Começaram a sua fortuna com a 'Djarum', uma empresa de tabaco da Indonésia (de onde são naturais), e hoje, a maioria dos seus retornos vem de investimentos no Banco Central Asiático. De acordo com informações da revista 'Forbes', a fortuna da família é de 48 mil milhões de dólares (R$ 246,7 milhões).

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Publicidade
Curtiu? Fique por dentro das principais notícias através do nosso ZAP
Inscreva-se