Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Como Verstappen e Mercedes podem conquistar título da F1 na Arábia Saudita

Max Verstappen tem uma missão espinhosa, difícil, porém não impossível para buscar seu primeiro título mundial já neste fim de semana. A Mercedes, em contrapartida, pode sair de Jedá com o octacampeonato do Mundial de Construtores

1 dez 2021 04h00
Compartilhar
Max Verstappen pode ser coroado campeão do mundo na Arábia Saudita
Foto: Red Bull Content Pool / Grande Prêmio

VERSTAPPEN TEM MATCH-POINT CONTRA HAMILTON + LEGADO DE FRANK WILLIAMS NA F1 | Paddock GP 270

O recém-construído circuito urbano de Jedá, palco do noturno GP da Arábia Saudita, pode ser o palco da coroação de um campeão inédito ou então do prosseguimento de uma dinastia na Fórmula 1. Max Verstappen precisa somar 18 pontos a mais que Lewis Hamilton neste domingo (5) para ser o primeiro holandês campeão do mundo na F1. Já a Mercedes tem a pequena possibilidade de fechar o fim de semana como octacampeã do Mundial de Construtores, dando assim sequência a um domínio que se estende desde 2014, no início da era híbrida de motores.

Publicidade

Diante da diferença atual de 8 pontos no Mundial de Pilotos — 351,5 pontos do holandês contra 343,5 do rival —, as contas sobre um eventual título de Verstappen são relativamente fáceis.

Para ser campeão em Jedá, Max precisa, dentre as combinações de resultados: vencer e fazer a volta mais rápida, enquanto Hamilton não pode passar de sexto lugar. Ou então, o dono do carro #33 da Red Bull precisaria de uma vitória simples, enquanto Lewis não pode passar da sétima posição.

Max Verstappen campeão na Arábia Saudita? Pode acontecer (Foto: Clive Mason/Getty Images/Red Bull Content Pool)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Publicidade

Verstappen também pode ser campeão na Arábia Saudita se terminar em segundo. Neste caso, o piloto da Red Bull precisaria marcar a volta mais rápida da corrida e torcer para que Hamilton termine no máximo em décimo ou então ser simplesmente segundo lugar, mas neste caso o heptacampeão não pode pontuar.

A única vez nesta temporada em que uma das combinações de resultados já aconteceu foi no GP de Mônaco, vencido por Verstappen e onde Hamilton cruzou a linha de chegada só na sétima posição depois de um fim de semana muito ruim para a Mercedes. O momento para a equipe chefiada por Toto Wolff nesta reta final de temporada, contudo, é completamente diferente.

Por outro lado, há uma outra combinação de resultados que pode levar a disputa pelo título para o GP de Abu Dhabi, em Yas Marina, com Verstappen e Hamilton empatados em pontos. Se Lewis vencer na Arábia Saudita e somar 1 ponto extra em razão da volta mais rápida da corrida e Max terminar em segundo lugar, os dois rivais vão decidir a taça com 369,5 pontos para cada.

A Mercedes tem uma chance remota de garantir o título dos Construtores neste domingo (Foto: Mercedes)

Publicidade

Neste caso, obviamente, o título vai ficar com quem terminar na frente em Abu Dhabi. Caso os dois pilotos abandonem a prova, Verstappen será o novo campeão da Fórmula 1 por ter uma vitória a mais que Hamilton na temporada, nove contra oito.

Quanto à luta pelo valioso título do Mundial de Construtores, a Mercedes tem uma chance de definir o match-point neste fim de semana, mas a possibilidade é bastante remota e jamais ocorreu nesta temporada.

Com vantagem de 5 pontos para a Red Bull — 546,5 tentos contra 541,5 da rival —, a Mercedes teria de fazer a dobradinha em Jedá, o que a levaria a 589,5 pontos no campeonato e torcer para a Red Bull somar no máximo 2 tentos, ou seja, se Verstappen ou 'Checo' Pérez terminarem a corrida deste domingo de nono lugar para baixo.

Neste cálculo, com 44 pontos em jogo em cada fim de semana — 25 pela vitória, 18 pelo segundo lugar e 1 pela volta mais rápida da corrida —, a Red Bull só poderia chegar a 587,5 pontos se emendasse uma dobradinha em Abu Dhabi e obtivesse o ponto extra mesmo que os dois carros da Mercedes abandonassem a prova em Yas Marina.

Publicidade

Em 2021, de forma surpreendente, nem Mercedes e tampouco Red Bull conseguiram fazer dobradinha. A única equipe a alcançar a façanha nesta temporada foi a McLaren, com Daniel Ricciardo vencedor e Lando Norris segundo colocado no GP da Itália. Os comandados de Toto Wolff chegaram a marcar 43 pontos no fim de semana do GP da Inglaterra e de São Paulo, porém impulsionados pela pontuação de Lewis Hamilton e Valtteri Bottas nas respectivas corridas sprint. Já a pontuação máxima da Red Bull em um GP foi na França com 41 tentos somados: 26 de Verstappen pela vitória e a volta mais rápida e o terceiro lugar de Sergio Pérez em Paul Ricard.

O GP da Arábia Saudita tem largada prevista para domingo, 5 de dezembro, às 14h30 (horário de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Está gostando da notícia? Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações