Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Bonner reage com humor a pedido de prisão por apoiar vacina

Âncora do ‘Jornal Nacional’ virou alvo de uma ação que o acusou de atos conspiratórios ao longo da pandemia

17 jan 2022 08h12
| atualizado às 13h45
Compartilhar
O riso ‘mascarado’ de quem não será preso
O riso ‘mascarado’ de quem não será preso
Foto: Fotomontagem: Blog Sala de TV

Na noite de domingo (16), William Bonner postou no Instagram uma selfie em preto e branco na qual está com expressão de espanto. Os olhos arregalados ganharam conotação cômica pela notícia a respeito dele repercutida na internet pouco antes.

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal rejeitou uma ação que pedia a prisão do âncora e editor-chefe do ‘Jornal Nacional’. A solicitação foi feita por um advogado. Ele alegou que o apresentador faria parte de uma “organização criminosa” em prol da vacinação contra a covid-19.

Publicidade

De acordo com o autor do pedido, a detenção seria necessária para impedir Bonner de continuar a “incentivar a vacinação obrigatória de crianças e adolescentes e a exigência de passaporte sanitário”.

No despacho, a juíza Gláucia Falsarella Pereira Foley classificou as justificativas de “delírios negacionistas” e se negou a mandar Bonner para a cadeia. É ou não é caso para ficar com os olhos esbugalhados?

Na postagem da selfie, legendada apenas com a data de ontem, centenas de seguidores deixaram mensagens de apoio ao jornalista da Globo, que desde o início da pandemia defende na TV os protocolos de prevenção, os cientistas e a vacinação.

“Essa seria a sua foto da prisão, tio? Kkkkkkkk”, ironizou um usuário. “Que bom que não vai ser preso por incentivar a vacina! Que país é esse?”, postou um admirador. “Absolvido, tio Bonner”, debochou outro internauta.

Publicidade

William Bonner é um dos garotos-propaganda da campanha ‘Vacina Sim’, criada pelo consórcio de veículos de imprensa e lançada em janeiro de 2021 no ‘Jornal Nacional’.

A defesa enfática da ciência e da imunização, e críticas frequentes aos negacionistas, o tornaram inimigo do movimento antivacina e ainda mais detestado pelos bolsonaristas.

Alheio aos ataques, o âncora compartilhou fotos de quando tomou a primeira e a segunda doses do imunizante, em junho e agosto, respectivamente.

Sua colega de bancada, Renata Vasconcellos, também vacinada, testou positivo para covid na semana passada. Com sintomas leves, ela está isolada em casa.

Publicidade

 

Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
Fique por dentro das principais notícias de Entretenimento
Ativar notificações