Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Cursinhos em BH preparam alunos para o ensino superior

O projeto Educafro é gratuito e voltado para o público negro, periférico, indígena, LGBTQIA+ e população de baixa renda

22 jun 2022 - 05h00
Compartilhar
Renieverton Telles, presente na luta por uma educação antirracista e decolonial.
Renieverton Telles, presente na luta por uma educação antirracista e decolonial.
Foto: Acervo Pessoal.

Segundo levantamento do Sindicato das Mantenedoras de Ensino Superior (Semesp), o percentual de inscritos pretos, pardos e indígenas no Enem caiu mais de 50% em 2021. Essa queda aponta um retrocesso em relação à inclusão e à diversidade na educação superior. Esse cenário não é exclusivo em tempos de pandemia. O acesso ao ensino superior público sempre foi inatingível para a maioria dessa população.

Tendo em vista a importância do vestibular para o futuro dos jovens e o abismo social que separa os candidatos, iniciativas populares ajudam pessoas de periferias e favelas a alcançarem a sonhada e disputada vaga na universidade. Em Belo Horizonte, diversos projetos buscam motivar alunos que saíram da escola pública e não têm condições de investir num curso preparatório.

Publicidade

A Educafro Minas é uma rede de cursinhos pré-vestibulares que atua desde o ano 2000 com o objetivo de garantir a inserção e permanência das populações negras, indígenas, LGBTQIA+, migrantes e as camadas mais populares no ensino superior. Ela é organizada em grupos que buscam reunir pessoas voluntárias, solidárias e beneficiárias que lutam por essa causa. Todos os envolvidos no projeto seguem as reflexões dos movimentos negros e antirracistas. "Para nós, negros e negras, a Educafro dá essa oportunidade que nos vem sendo tirada ao longo da história do nosso país", afirma o professor Renieverton Telles.

Renieverton enfatiza o significado do projeto, explica que os professores visam mais do que inserir o aluno na faculdade. "A Educafro busca despertar o senso crítico para uma sociedade ainda marcada por pensamentos e práticas coloniais". O professor completa que trata-se de entender, valorizar e preservar a cultura afro. "É aquilombar-se de falsas supremacias impostas", acrescenta.

Os resultados ao longo desses 22 anos de história, são registrados em depoimentos de ex-alunos que tiveram a vida transformada após passarem pelo projeto. Lucas Junio, graduado em Direito, reconhece que a realização de conquistar um diploma de terceiro grau só foi possível devido ao projeto, “O que antes era inimaginável, hoje é realidade”, diz.

Lucas relata que a Educafro, seus núcleos de pré-vestibular universitário e toda a estrutura focada em apoiar jovens negros, periféricos e de baixa renda, participam de uma luta fundamental para a valorização e o empoderamento daqueles que foram condenados a viver à margem da sociedade, esquecidos e, muitas vezes, odiados. "Sem essa luta, muitos jamais seriam lembrados", disse o ex-aluno, hoje com orgulho e gratidão.

Publicidade

Além do cursinho, a Educafro possui programas de bolsas de estudo com universidades particulares. São 15 núcleos espalhados pelas cidades de Minas Gerais, coordenados de maneira horizontal, possibilitando a participação e o engajamento de todos.

Segundo Ariene Cabral, uma das coordenadoras, antes da pandemia eram 24 unidades. Atualmente o projeto está em busca de mais voluntários para reforçar e ampliar o acesso para estudantes de baixa renda concorrerem no vestibular de forma justa. Todos podem fazer parte do quadro de voluntários, não somente pessoas graduadas. As possibilidades de atuação vão desde professores, pedagogos, coordenadores e administradores até divulgadores.

Quem quiser ajudar acesse e preencha o formulário no site do projeto.

 

Publicidade

Conheça outros exemplos de cursinhos gratuitos que atuam em Belo Horizonte e região, com o mesmo propósito e trabalhando pela mesma causa:

 

Equalizar - Instagram: @cpequalizar.

Equalizar é um preparatório em Belo Horizonte/MG, no bairro Campus Pampulha. Oferece cursinho pré-vestibular, cursos preparatórios e pré-enem nas áreas de Artes, Biologia, Ciências Exatas, Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Filosofia, Física, História, Inglês, Linguagens e outras 4 na modalidade presencial, oferecendo ensino gratuito.

Publicidade

 

Emancipa BH - Instagram: @emancipabh.

Emancipa BH é um preparatório em Belo Horizonte/MG, no bairro Floresta. Oferece cursinho pré-vestibular nas áreas de Artes, Biologia, Ciências Exatas, Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Filosofia, Física, História, Inglês, Linguagens e outras 4 na modalidade presencial, oferecendo ensino gratuito.

 

Publicidade

Consciência: Cursinho Popular do Barreiro - Instagram: @consciencia_barreiro.

Consciência - Cursinho Popular do Barreiro é um preparatório em Belo Horizonte/MG, no bairro Barreiro. Oferece cursinho pré-vestibular nas áreas de Artes, Biologia, Ciências Exatas, Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Filosofia, Física, História, Inglês, Linguagens e outras 4 na modalidade presencial, oferecendo ensino gratuito.

Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações