Qual é a diferença entre Maias, Astecas e Incas?

Veja as características mais marcantes de cada uma dessas civilizações antigas

15 jun 2024 - 05h00
Machu Picchu, do Império Inca
Machu Picchu, do Império Inca
Foto: Creative Commons/Flickr/Dan Merino

As civilizações pré-colombianas estiveram presentes no solo latinoamericano em diferentes épocas, muito antes dos colonizadores chegarem às Américas. Os Incas, Maias e Astecas ficaram conhecidos por terem impérios gigantescos, com sistemas sociais e culturais inovadores para a época.

Eles são chamados de pré-colombianos por conta de Cristóvão Colombo, que foi mandado ao continente americano para exploração pela Coroa Espanhola.

Publicidade

Como os impérios e os povos são próximos um do outro, muitas pessoas confundem características de cada um deles. Entenda suas principais diferenças.

Império Maia

Os Maias estavam no local em que hoje é o sudeste do México, assim como as regiões da Guatemala, Belize, Honduras e El Salvador.

Os arqueólogos caminharam por aproximadamente 60 quilômetros nas fechadas florestas da Península de Yucatán, no sul do México. O esforço da equipe foi recompensado já que descobriram uma cidade dos Maias, da qual não havia referências anteriores
Foto: - PXFuel creative commons / Flipar

Pesquisadores e arqueólogos acreditam que esse povo começou a se desenvolver entre 2.000 e 2.500 anos a.C., atingindo seu pico entre os séculos 8 e 9. Mas eles não sumiram: os Maias estavam presentes durante a chegada dos espanhóis, no século XVI.

Os Maias são mais conhecidos pelas pirâmides, templos e cidades como Tikal, Palenque e Chichen Itza. Eles não tinham um idioma oficial, apenas dialetos. Porém, foram responsáveis por um dos sistemas de escrita mais avançados entre os outros impérios, com hieróglifos que registravam sua história e conhecimentos.

Publicidade

Ao contrário de outras civilizações pré-colombianas, o império não era unificado. Eles se organizavam em cidades-estado, cada uma administrada de forma autônoma, com seu próprio governante.

Qual é a pirâmide mais antiga do mundo? Qual é a pirâmide mais antiga do mundo?

Outro ponto de destaque é o famoso Calendário Maia, que era muito preciso e avançados, com conhecimentos astronômicos. O calendário se tornou um ícone da cultura pop, pois ele previa o "fim do mundo", no dia 21 de dezembro de 2012.

Império Asteca

Já os Astecas estabeleceram seu império na região central do México, com a capital em Tenochtitlán, atualmente Cidade do México, capital do país.

O império esteve presente entre os séculos 14 e 16, conquistado pelos espanhóis em 1521. Politicamente, os Astescas eram militarizados, com uma hierárquia e seu imperador no topo.

El Castillo, em Chichen-Itza, Mexico
Foto: David Stanley/Wikimedia Commons

Da mesma forma que os Maias, suas construções de pirâmides, templos e palácios são bem conhecidos. Essa civilização também desenvolveu o sistema agrícola intensivo, chamado de chinampas, que são jardins flutuantes.

Publicidade

Eles falavam o náhuatl e utilizavam um sistema pictográfico para registrar informações. A religião asteca envolvia muitos deuses e a prática de sacrifícios humanos, considerados essenciais para manter o equilíbrio do universo.

Império Inca

Os Incas, estavam na região da Cordilheira dos Andes, e se expandiu por o que é conhecido hoje como Peru, o Chile, o Equador, Bolívia, Colômbia e parte da Argentina.

O Império era conhecido como Tahuantinsuyo e teve seu auge durante o século 15, posteriormente conquistado pelos espanhóis em 1533.A capital era Cusco, no Peru.

Hoje, a cidade recebe milhares de visitantes para ver as antigas obras de engenharia do povo. Isso também ocorre com Machu Picchu, com seus sítios arqueológicos gigantescos.

Publicidade

Pesquisadores acreditam que a sociedade inca era centralizada e socialista, com o Sapa Inca como líder supremo.

A civilização não tinha um sistema de escrita, mas utilizava um sistema matemático chamado quipu, feito de cordas e nós. Eles eram avançados administrativamente, com sua economia baseada na agricultura em terraços e na redistribuição de recursos controlada pelo estado.

Outra característica dos Incas era a sua língua oficial, o quéchua, que ainda é falada em várias regiões do Peru nos dias de hoje.

Fonte: Redação Byte
Curtiu? Fique por dentro das principais notícias através do nosso ZAP
Inscreva-se