PUBLICIDADE

Da quebrada pra Dubai: conheça o jovem de Guarulhos convidado para a COP28

Ativista e comunicador, Mateus Fernandes representa sua comunidade e traz o debate sobre justiça climática para dentro das favelas

24 nov 2023 - 05h00
(atualizado às 12h05)
Compartilhar
Exibir comentários
Mateus tem o objetivo de criar espaços que aproximem os jovens da luta por justiça climática
Mateus tem o objetivo de criar espaços que aproximem os jovens da luta por justiça climática
Foto: Ingrid Barros

Mateus Fernandes, 23, criado nas periferias de Guarulhos, na Grande São Paulo, é destaque sendo o único jovem negro da cidade a receber um convite especial para a COP28, a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas de 2023, do Ministério das Relações Exteriores. O evento será realizado entre os dias 30 de novembro e 12 de dezembro em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

Ele, que é ativista e comunicador, não só representa sua comunidade, mas também abre caminho para que outros jovens participem de eventos globais importantes. 

“Me tornei um ativista climático por necessidade, muito antes de saber o que era 'ativismo'. Na quebrada, o cuidado com a terra são soluções ancestrais. Tudo que aprendi sobre meio ambiente foi nas ruas”, diz Mateus. 

Para conseguir recursos e realizar a viagem, Mateus abriu uma vaquinha online (clique aqui para ajudar). O valor da campanha, segundo o jovem, será direcionado para hospedagem e alimentação. 

“Também vendi algumas coisas, tudo pra esse sonho ser possível. Quando a gente fala de corpos negros ocupando espaços, sempre é um desafio chegar até lá”, desabafa. 

Ele chegou a contatar a Prefeitura de Guarulhos para que colaborassem com os custos, mas não foi ouvido. "É meio desafiador buscar construir políticas públicas sem apoio do próprio governo local.”

Conscientizar sobre problemas climáticos nas favelas é um dos focos de Mateus
Conscientizar sobre problemas climáticos nas favelas é um dos focos de Mateus
Foto: Divulgação

Problemas climáticos nas favelas

Após a COP28, quando voltar à sua quebrada, Mateus tem uma missão: conscientizar mais de 100 jovens sobre como lidar com os problemas climáticos nas favelas. “Há inúmeros jovens como eu nas quebradas de Guarulhos, a única coisa que se passa na minha cabeça e trazer esse conhecimento pras ruas onde cresci”, comenta. 

Como empreendedor na Corre, uma organização de impacto social focada nas favelas brasileira, quer criar um espaço que conecte muita gente nessa luta por justiça climática. Não por acaso, essa preocupação o levou a ser reconhecido como Top Voice no LinkedIn, destacando-se entre as 100 vozes mais influentes da periferia.

Mateus foi o primeiro da família a alcançar o ensino superior graças ao ProUni (programa de bolsas para ensino superior do governo federal) e, desde então, tem dedicado sua vida a fazer a diferença.

Capacitando mais de 5 mil jovens de escolas públicas, universidades e fundações, o ativista concentra seus esforços em questões ambientais e raciais. Nas redes sociais, cria conteúdo sobre cultura periférica e educação ambiental de maneira acessível.

COP28

Sob o lema Unite.Act.Deliver (Unir, Atuar, Entregar resultados), a COP28 será um marco na agenda climática mundial desta década, já que apresentará o primeiro balanço global dos progressos mundiais em direção às metas do Acordo de Paris, adotado em 2015 na COP21.

Fonte: Visão do Corre
Compartilhar
Publicidade
Publicidade