PUBLICIDADE

Hábitos Saudáveis: A Chave para a Medicina Preventiva

Quais são as principais iniciativas para cuidar da nossa saúde e bem-estar? Como fazer isso? Acesse e saiba mais!

17 ago 2023 - 17h22
(atualizado às 17h30)
Compartilhar
Exibir comentários

Hábitos saudáveis: a chave para a medicina preventiva

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa
Foto: Envato

Qualquer pessoa sabe da importância de incorporar hábitos saudáveis em sua rotina diária. Não é preciso ser um especialista no assunto para entender que eles são essenciais para uma vida equilibrada. Mas quais são as principais iniciativas para cuidar da nossa saúde e bem-estar? Como fazer isso? Vamos descobrir.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), incorporar hábitos saudáveis é um ponto considerado crucial para a chamada medicina preventiva. Especialistas consideram que a adoção de hábitos saudáveis, como uma dieta equilibrada e exercícios regulares, pode reduzir o risco de doenças crônicas.

Estudos mostram que a prática regular de exercícios físicos está associada a uma menor incidência de doenças cardiovasculares. Da mesma forma, diversas pesquisas indicam que dormir o suficiente e manter uma rotina de sono adequada pode melhorar a saúde mental e reduzir o risco de problemas, entre eles a depressão.

Não há dúvida que incorporar hábitos saudáveis - evitar o consumo excessivo de álcool e tabagismo, por exemplo - é fundamental para prevenir doenças relacionadas ao uso dessas substâncias. Já a prática regular de meditação ou técnicas de relaxamento pode ajudar a reduzir o estresse e melhorar a saúde mental e emocional, segundo alguns estudos.

Manter um peso saudável com uma alimentação balanceada e atividade física regular é essencial para prevenir doenças como a obesidade, por exemplo. Da mesma maneira, manter uma rede de apoio social e cultivar relacionamentos saudáveis são fatores que contribuem para uma vida equilibrada e melhorar a saúde mental.

Coisas simples, como manter uma boa higiene pessoal (lavar as mãos regularmente, por exemplo) pode prevenir a propagação de doenças infecciosas. Fazer check-up e exames de rotina com regularidade é importante para detectar precocemente possíveis problemas de saúde e garantir uma medicina preventiva eficaz.

Alimentação balanceada

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa
Foto: Envato

Criar uma dieta equilibrada e nutritiva é um dos pilares para uma boa saúde. Por exemplo, vitaminas e minerais na alimentação são vitais para aumentar a imunidade e o desenvolvimento saudável. Vamos ver outras dicas importantes sobre o assunto:

  • Especialistas avaliam que uma alimentação balanceada é essencial para a prevenção de doenças cardíacas.
  • A  OMS  recomenda o consumo de uma variedade de alimentos para uma dieta saudável e nutritiva.
  • Incorporar alimentos ricos em fibras, como frutas, legumes e grãos integrais pode promover a saúde intestinal e prevenir doenças digestivas.
  • É importante limitar a ingestão de açúcares adicionados aos alimentos, pois eles estão relacionados a problemas de saúde, entre eles diabetes e doenças cardíacas.
  • A inclusão de fontes saudáveis de proteínas (peixes, aves, legumes e castanhas, por exemplo) pode ajudar na construção e manutenção dos tecidos corporais.
  • Especialistas sugerem reduzir o consumo de gorduras saturadas e trans, que estão associadas a um maior risco de doenças cardiovasculares.
  • Beber água em quantidade suficiente é essencial, pois ajuda a manter a hidratação adequada e apoiar as funções corporais.
  • Médicos recomendam o consumo moderado de sódio para controlar a pressão arterial e reduzir o risco de doenças cardiovasculares.
  • A inclusão de alimentos ricos em vitaminas e minerais, como frutas, legumes e vegetais folhosos, pode fortalecer o sistema imunológico e promover a saúde geral.
  • Planejar as refeições com antecedência e evitar o consumo excessivo de alimentos processados ajuda a alcançar uma dieta equilibrada.

Exercícios físicos

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa
Foto: Envato

Aliada a uma alimentação adequada, a atividade física regular é de grande relevância para a saúde e o bem-estar. A prática de níveis moderados de exercícios físicos, de preferência diariamente, ajuda a manter o peso corporal entre os limites recomendados. Se você deseja começar a se mexer, veja algumas orientações:

Segundo especialistas, a atividade física regular pode reduzir o risco de doenças cardíacas e melhorar a saúde cardiovascular. Mas o que podemos considerar “atividade física regular”? A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda pelo menos 150 minutos de atividade física moderada por semana para promover a saúde.

É sabido que a prática regular de exercícios físicos auxilia na manutenção de um peso saudável e previne a obesidade, por exemplo. Ainda de acordo com alguns estudos, fazer exercícios físicos regularmente pode melhorar a saúde mental, reduzir o estresse e melhorar a qualidade do sono. Não é pouca coisa, convenhamos.

Pesquisas também mostram que a prática regular de exercícios físicos é aliada na prevenção de algumas doenças crônicas, como o diabetes tipo 2. Movimentar-se com frequência fortalece os ossos, previne a perda de massa óssea e reduz o risco de osteoporose, problemas que costumam aparecer com a idade.

A prestigiada Harvard Medical School destaca que a atividade física regular pode melhorar a circulação sanguínea, a função pulmonar e fortalecer o nosso sistema imunológico. O exercício físico ainda é capaz de aumentar a energia e a disposição, contribuindo para o bem-estar geral e a qualidade de vida.

Por fim, a prática regular de atividade física ajuda a reduzir o risco de certos tipos de câncer, como o de cólon e de mama. E a inclusão de exercícios de fortalecimento muscular, como levantamento de pesos, é considerada essencial para a saúde óssea e a prevenção de lesões.

Gerenciando o estresse

Ninguém está imune ao estresse, naturalmente, mas é cada vez mais importante desenvolver estratégias para lidar com ele e, assim, preservar uma boa saúde mental. Não faltam métodos e técnicas para evitar ou minimizar os impactos das situações estressantes em nossa vida. Vamos conhecer algumas dicas para ter uma rotina menos atribulada.

  • A prática regular de exercícios físicos é uma das melhores maneiras de combater o estresse e melhorar a saúde mental.
  • Segundo especialistas, técnicas de relaxamento, como respiração profunda e meditação, auxiliam na redução dos efeitos negativos do estresse.
  • Diversas pesquisas ressaltam que manter uma rotina regular de sono adequado é essencial para o gerenciamento do estresse e a promoção da saúde mental.
  • Outros estudos indicam que ter relacionamentos saudáveis e buscar apoio social facilitam na hora de lidar com o estresse e aumentar o bem-estar emocional.
  • Especialistas destacam a importância de estabelecer limites saudáveis e aprender a dizer “não” como estratégias para reduzir o estresse e manter uma boa saúde mental.
  • Segundo pesquisas, encontrar atividades prazerosas e dedicar tempo a hobbies e interesses pessoais pode ser uma forma eficaz de aliviar o estresse, assim como de promover o bem-estar mental.
  • Alguns estudos destacam a importância de gerenciar o estresse no ambiente de trabalho, implementando estratégias como definir prioridades e estabelecer limites claros.
  • A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda a prática regular de técnicas de gerenciamento do estresse, como o mindfulness (atenção plena), para promover a saúde mental e a resiliência.
  • Manter uma atitude positiva e otimista é um aliado na redução do estresse e melhora a saúde mental e emocional.
  • Segundo algumas pesquisas, buscar apoio profissional, como terapia cognitivo-comportamental, pode ser uma estratégia eficaz para lidar com o estresse e promover a saúde mental.

Sono reparador

Melhorar a qualidade do descanso é capaz de ajudar na saúde e bem-estar de qualquer indivíduo. Especialistas ressaltam que o sono é um momento para o cérebro e o corpo se envolverem em crescimento e reparo vital. Vamos ver dicas valiosas para ter um repouso diário com mais qualidade.

Pesquisadores destacam a importância de estabelecer uma rotina regular de sono, indo para a cama e acordando nos mesmos horários todos os dias. É importante, por exemplo, evitar o consumo de cafeína e alimentos mais pesados antes de dormir. Isso ajuda a melhorar a qualidade do sono.

Alguns estudos chamam a atenção para a importância de se criar um ambiente propício ao sono, com um quarto escuro, confortável e livre de estímulos perturbadores. De acordo com pesquisas, praticar atividades relaxantes antes de dormir, como ler um livro ou tomar um banho morno, pode ajudar a preparar o corpo para um sono reparador.

É recomendável evitar o uso de dispositivos eletrônicos, como smartphones e tablets, antes de dormir, pois é comprovado que a luz azul emitida por eles pode interferir no sono. Outra dica é manter um ambiente fresco e agradável no quarto, com temperatura entre 18º C e 22º C. Isso facilita o sono e melhora sua qualidade.

Estudos destacam a importância de limitar as sonecas durante o dia para melhorar a qualidade do sono à noite. Em paralelo, outras pesquisas recomendam evitar o consumo de bebidas alcoólicas antes de dormir, pois é comprovado que elas podem prejudicar a qualidade de sono.

Estabelecer um ritual relaxante antes de dormir, como beber um chá de ervas ou praticar alongamentos suaves, ajuda a induzir o sono. Pesquisadores enfatizam a importância de manter um ambiente livre de ruídos e usar protetores auriculares, se necessário, para promover um sono tranquilo.

Hidratação adequada

Quanta água você deve beber por dia? Esta é uma pergunta simples, mas sem resposta fácil. Uma coisa é certa: se hidratar é essencial para o funcionamento do organismo. Nenhuma fórmula serve para todos. Mas saber mais sobre a necessidade de líquidos orientará você a estimar quanta água beber por dia. Vamos saber mais sobre isso:

  • A água é essencial para manter o equilíbrio dos fluidos corporais e para o funcionamento adequado do organismo.
  • A água desempenha um papel vital em funções importantes, como a regulação da temperatura corporal e o transporte de nutrientes.
  • Algumas pesquisas ressaltam que a hidratação adequada é crucial para o bom funcionamento dos órgãos, como os rins, e para a saúde geral do corpo.
  • Outro ponto importante é que a água mantém a pele saudável, auxiliando na hidratação e na remoção de toxinas.
  • A hidratação adequada é especialmente importante durante a prática de exercícios físicos, pois a água ajuda a repor os fluidos perdidos pelo suor.
  • Beber água suficiente é um hábito que mantém a pressão arterial adequada e a prevenir problemas cardíacos.
  • A hidratação adequada é fundamental para prevenir a desidratação, especialmente em climas quentes ou durante atividades físicas intensas.
  • A água é uma alternativa saudável para bebidas açucaradas, contribuindo para a redução do consumo de calorias nocivas ao organismo.
  • Estudos indicam que a hidratação adequada pode melhorar a função cognitiva, a concentração e o desempenho mental.
  • Beber água suficiente diariamente é fundamental para a saúde dos rins, ajudando a prevenir a formação de cálculos renais.

Abandono de vícios

Todos sabem dos impactos negativos do tabagismo, consumo excessivo de álcool e outras substâncias nocivas na saúde. No entanto, muitas vezes as pessoas têm muita dificuldade para deixar de lado alguns desses comportamentos. Vamos ver informações importantes para ajudar na tomada de decisão.

Segundo a OMS, o tabagismo é a principal causa evitável de doenças e mortes prematuras em todo o mundo. Especialistas ressaltam que o tabagismo está associado a uma série de problemas de saúde, como doenças cardiovasculares, câncer e doenças respiratórias.

Outros estudos destacam que o consumo excessivo de álcool pode levar a problemas de saúde física, mental e social. De acordo com a Sociedade Americana de Câncer, o consumo de álcool está relacionado a um maior risco de desenvolvimento de vários tipos de câncer, incluindo câncer de boca, garganta, esôfago, fígado e mama.

Algumas pesquisas indicam que o abuso de substâncias nocivas, como drogas ilícitas, pode ter efeitos devastadores na saúde física, mental e social dos indivíduos. Já a Harvard Medical School destaca que o consumo excessivo de álcool pode prejudicar o sistema imunológico, tornando o organismo mais vulnerável a infecções.

O tabagismo está ligado a um maior risco de doenças cardíacas, acidente vascular cerebral, doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) e câncer de pulmão. E mais: o hábito de fumar tabaco danifica os vasos sanguíneos, aumenta a pressão arterial e contribui para o acúmulo de placas nas artérias, ampliando o risco de doenças cardíacas.

Outro ponto é que o uso de substâncias nocivas está associado a uma maior incidência de transtornos mentais, como depressão e ansiedade. Segundo estudos, o abuso de drogas pode levar a mudanças químicas no cérebro, afetando a função cognitiva, a tomada de decisões e o controle dos impulsos.

Cuidados preventivos

Realizar exames de rotina e check-ups médicos são ações importantes para quem deseja manter a saúde em dia.

  • Exames de rotina e check-ups médicos regulares ajudam a identificar problemas de saúde em estágios iniciais, permitem a avaliação do estado geral de saúde, a prevenção de doenças e a detecção precoce de condições médicas, o que aumenta as chances de tratamento eficaz. E ainda são essenciais para monitorar a pressão arterial, o colesterol e outros fatores de risco cardiovascular. 
  • De acordo com alguns estudos, exames de rotina como mamografias, colonoscopias e exames de papanicolau são fundamentais para a detecção precoce de câncer.
  • Segundo pesquisas, exames regulares podem ajudar a identificar fatores de risco modificáveis, como pressão alta e diabetes, permitindo intervenções precoces.
  • É importante acrescentar que exames de rotina ajudam a construir uma relação de confiança com o médico, promovendo um cuidado personalizado e abordando preocupações individuais.
  • Os check-ups médicos regulares são importantes para atualizar as vacinas, garantindo a proteção contra doenças infecciosas.
  • Exames de rotina também são oportunidades para discutir histórico familiar, receber orientações de saúde e adotar medidas preventivas personalizadas.
  • Check-ups médicos regulares são uma forma eficaz de monitorar o envelhecimento saudável e fazer ajustes nos hábitos de vida para promover a longevidade.

Equilíbrio entre trabalho e lazer

Cada vez mais, constatamos a importância de se desenvolver estratégias para gerenciar o tempo e cultivar momentos de descanso e diversão. Rotinas estressantes, excesso de tarefas e a falta de qualidade de vida causam impactos significativos na saúde de qualquer um. Buscar se proteger disso é uma missão tão desafiadora quanto importante.

Segundo diversos estudos, encontrar um equilíbrio saudável entre trabalho e lazer é um fator determinante para manter a saúde física e mental. Estudiosos ressaltam que o gerenciamento eficaz do tempo é fundamental para equilibrar as demandas do trabalho e os momentos de lazer.

Outras pesquisas ressaltam a importância de estabelecer limites claros entre o trabalho e o tempo de descanso para preservar a saúde do sono. Ainda de acordo com os cientistas, planejar atividades de lazer regularmente pode ajudar a reduzir o estresse e melhorar o bem-estar geral do indivíduo.

É comprovado que reservar tempo para hobbies e interesses pessoais é uma atitude importante como forma de restaurar a energia e promover o equilíbrio. Especialistas acreditam que aprender a dizer “não” quando necessário ajuda a estabelecer limites saudáveis entre o trabalho e o lazer.

A Associação Americana de Psicologia esclarece que fazer pausas regulares durante o trabalho aumenta a produtividade e o bem-estar geral. Já a socialização e a conexão com outras pessoas são consideradas atitudes fundamentais para uma vida equilibrada e saudável, de acordo com diversas pesquisas recentes.

A prática da gestão do tempo e o estabelecimento de metas realistas são estratégias para encontrar equilíbrio entre trabalho e lazer. Experts assinalam a importância de reservar tempo para atividades de lazer que promovam relaxamento e prazer, como hobbies, exercícios físicos e tempo ao ar livre.

Cuidados com a saúde mental

Cultivar hábitos saudáveis para promover o bem-estar emocional e psicológico é um ponto cada vez mais em evidência. Exercícios físicos regulares, uma dieta equilibrada, técnicas contra o estresse são algumas das alternativas possíveis para manter o cérebro saudável. Vamos conhecer outros exemplos para deixar a mente mais “arejada”.

  • Especialistas garantem: praticar atividades físicas regularmente reduz o estresse e melhora a saúde mental.
  • Muitos estudos enfatizam a importância de manter uma alimentação balanceada e saudável para promover o bem-estar emocional.
  • A prática regular de técnicas de relaxamento, como meditação e respiração profunda, ajuda a reduzir a ansiedade e promove a saúde mental.
  • Manter conexões sociais e cultivar relacionamentos saudáveis contribui para a saúde mental e o bem-estar emocional.
  • Pesquisas destacam a importância de estabelecer limites saudáveis e praticar o autocuidado como formas de promover a saúde mental e evitar o esgotamento.
  • Não é segredo que o sono adequado desempenha um papel fundamental na saúde mental e na capacidade de lidar com o estresse.
  • É importante buscar apoio profissional, como psicoterapia, para promover o bem-estar mental.
  • Alguns estudos ressaltam a importância de identificar e gerenciar o estresse como parte essencial dos cuidados com a saúde mental.
  • Para os médicos, estabelecer uma rotina diária estruturada ajuda a promover a estabilidade emocional e psicológica.
  • Pesquisadores apontam para os benefícios da prática de mindfulness (atenção plena) para a saúde mental e o bem-estar emocional.

Fontes:

ADAA (Anxiety and Depression Association of America) What Are The Different Types of Therapy. Disponível em: <https://adaa.org/find-help/treatment-help/types-of-therapy>. Acesso em: 10.jun.2023.

American Cancer Society. Physical Activity and the Person with Cancer. Disponível em: <https://www.cancer.org/cancer/survivorship/be-healthy-after-treatment/physical-activity-and-the-cancer-patient.html>. Acesso em: 10.jun.2023.

American Heart Association. Making Habits Stick. Disponível em: <https://www.heart.org/en/healthy-living/healthy-lifestyle/habits>. Acesso em: 10.jun.2023.

APA (American Psychological Association) Give me a break. Disponível em: <https://www.apa.org/monitor/2019/01/break>. Acesso em: 10.jun.2023.

CDC (Centers for Disease Control and Prevention). Alcohol Use Basics. Disponível em: <https://www.cdc.gov/alcohol/fact-sheets.htm>. Acesso em: 10.jun.2023.

Cleveland Clinic. Get Happy: Why Exercise Can Lift Your Mood. Disponível em: <https://health.clevelandclinic.org/get-happy-exercise-can-lift-mood-infographic/>. Acesso em: 10.jun.2023.

Harvard Business Review. How to Manage Your Stress When the Sky Is Falling. Disponível em: <https://hbr.org/2020/04/how-to-manage-your-stress-when-the-sky-is-falling>. Acesso em: 10.jun.2023.

Harvard Health Publishing. The truth about fats: the good, the bad, and the in-between. Disponível em: <https://www.health.harvard.edu/staying-healthy/the-truth-about-fats-bad-and-good>. Acesso em: 10.jun.2023.

Healthline. 10 Easy Ways to Manage and Relieve Stress. Disponível em: <https://www.healthline.com/health/10-ways-to-relieve-stress>. Acesso em: 10.jun.2023.

IOF (International Osteoporosis Foundation). Exercise. Disponível em: <https://www.osteoporosis.foundation/patients/prevention/exercise>. Acesso em: 10.jun.2023.

Mayo Clinic. Meditation - Overview. Disponível em: <https://www.mayoclinic.org/tests-procedures/meditation/about/pac-20385120>. Acesso em: 10.jun.2023.

MHA (Mental Health America). Sleep Deprivation: The Effects on Mind and Body. Disponível em: <https://www.mhanational.org/blog/sleep-deprivation-effects-mind-and-body>. Acesso em: 10.jun.2023.

National Institute on Aging. Exercise and Physical Activity. Disponível em: <https://www.nia.nih.gov/health/topics/exercise-and-physical-activity>. Acesso em: 10.jun.2023.

National Institute of Diabetes and Digestive and Kidney Diseases. Weight Management & Healthy Living Tips. Disponível em: <https://www.niddk.nih.gov/health-information/community-health-outreach/healthy-living-tips>. Acesso em: 10.jun.2023.

National Institute of Mental Health. Caring for Your Mental Health. Disponível em: <https://www.nimh.nih.gov/health/topics/caring-for-your-mental-health>. Acesso em: 10.jun.2023.

National Sleep Foundation. Healthy Sleep Habits. Disponível em: <https://www.sleepfoundation.org/sleep-habits>. Acesso em: 10.jun.2023.

WebMD. What Are REM and Non-REM Sleep? Disponível em: <https://www.webmd.com/sleep-disorders/sleep-101>. Acesso em: 10.jun.2023.

WHO (World Health Organization). A healthy lifestyle - WHO recommendations. Disponível em: <https://www.who.int/europe/news-room/fact-sheets/item/a-healthy-lifestyle---who-recommendations>. Acesso em: 10.jun.2023.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade