PUBLICIDADE

Bula do Ibuprofeno: Saiba Tudo Sobre Este Medicamento

O ibuprofeno é bastante utilizado para dor de cabeça, mas também é eficaz para tratar outras condições. Acesse e saiba mais!

17 ago 2023 - 15h41
(atualizado às 15h50)
Compartilhar
Exibir comentários

Bula do Ibuprofeno: conheça um dos medicamentos mais usados para a dor de cabeça

Imagem Ilustrativa
Imagem Ilustrativa
Foto: Envato

Você provavelmente conhece o ibuprofeno, medicamento bastante comum utilizado para aliviar a dor e reduzir inflamações. Trata-se de um anti-inflamatório não esteroide, amplamente disponível e sem necessidade de prescrição médica.

O medicamento funciona reduzindo a produção de substâncias químicas no corpo chamadas prostaglandinas, que estão associadas à inflamação. O ibuprofeno é bastante utilizado para dor de cabeça, mas também é eficaz para tratar outras condições, como dores musculares, artrite e cólicas menstruais.

Além do seu efeito analgésico, o ibuprofeno também pode ajudar a diminuir a febre. No entanto, é importante seguir as instruções de dosagem adequadas, pois seu uso excessivo ou prolongado pode aumentar o risco de efeitos colaterais.

Segundo especialistas, o ibuprofeno pode causar efeitos colaterais gastrointestinais, como dor de estômago, náuseas e azia. Pessoas com histórico de úlceras estomacais, problemas renais, cardíacos ou hepáticos devem consultar um médico antes de tomá-lo.

É importante também destacar que o ibuprofeno pode interagir com outros medicamentos, como anticoagulantes, corticosteroides e diuréticos. Por isso é importante informar o médico sobre todos os medicamentos que você está tomando.

Em caso de dúvidas ou preocupações sobre o uso do ibuprofeno, é sempre recomendável buscar orientação médica adequada. Somente o acompanhamento de um profissional de saúde pode reduzir os riscos associados ao uso de medicamentos.

Ibuprofeno: indicações e dosagem

O Ibuprofeno é frequentemente recomendado para aliviar dores leves a moderadas, reduzir a inflamação e baixar a febre. O medicamento é indicado para o tratamento de dores de cabeça, dores musculares, cólicas menstruais, artrite e outras condições inflamatórias. A posologia difere conforme algumas características do paciente.

  • A dosagem recomendada varia de acordo com a idade, o peso e a gravidade da condição.
  • Para adultos, a dosagem inicial pode variar entre 200 mg e 400 mg, a cada 4 a 6 horas, conforme necessário.
  • A dose máxima diária geralmente é de 1.200 mg a 3.200 mg para adultos, dependendo da indicação e prescrição médica.
  • É importante seguir as orientações de dosagem fornecidas pelo médico ou as instruções na embalagem do medicamento.
  • Para crianças, a dosagem é baseada no peso e na idade, e é essencial consultar um médico para obter as orientações corretas.
  • O ibuprofeno deve ser tomado com alimentos ou leite para minimizar o risco de problemas estomacais.
  • É crucial não exceder a dose recomendada e evitar o uso prolongado sem a orientação de um profissional de saúde.
  • Antes de iniciar o uso, é sempre aconselhável consultar um médico, especialmente se houver condições médicas subjacentes ou uso de outros medicamentos.

Mecanismo de ação

O ibuprofeno inibe algumas enzimas, as chamadas ciclo-oxigenases (COX), mais especificamente a COX-1 e COX-2. Ao bloquear a ação das enzimas, o medicamento impede a produção de determinadas substâncias chamadas prostaglandinas.

As prostaglandinas são mediadores químicos que desempenham um papel na resposta inflamatória, causando dor, febre e inflamação. Ao reduzir a produção de prostaglandinas, o ibuprofeno ajuda a aliviar a dor, diminuir a inflamação e reduzir a febre.

O medicamento age de uma forma não seletiva, inibindo tanto a COX-1 quanto a COX-2. O bloqueio da COX-1 pode levar a efeitos colaterais no estômago e no intestino, enquanto a inibição da COX-2 é responsável pelos efeitos anti-inflamatórios.

O mecanismo de ação do ibuprofeno ocorre principalmente nos tecidos periféricos, onde a inflamação está presente. Porém, o remédio também pode ter efeitos no sistema nervoso central, embora os detalhes exatos ainda não sejam totalmente compreendidos.

É sempre importante seguir as orientações de dosagem adequadas e consultar um profissional de saúde para obter informações mais específicas sobre o mecanismo de ação do ibuprofeno. O uso contínuo do medicamento não é recomendado.

Ibuprofeno: efeitos colaterais e precauções

Como todo medicamento, o ibuprofeno também possui efeitos colaterais e exige cuidados e precauções. Possíveis reações adversas devem ser consideradas e, caso ocorra uma piora dos sintomas, um médico deve ser consultado. Alguns dos possíveis efeitos colaterais:

  • O medicamento pode causar efeitos colaterais, incluindo dor de estômago, azia, náuseas e vômitos.
  • É possível ocorrer tontura, sonolência, dor de cabeça e retenção de líquidos.
  • Efeitos colaterais mais graves, embora raros, podem incluir úlceras estomacais, sangramento gastrointestinal e reações alérgicas.
  • É importante informar o médico sobre quaisquer efeitos colaterais incomuns ou graves após o uso.
  • O ibuprofeno pode interagir com outros medicamentos, como anticoagulantes e medicamentos para pressão arterial elevada. Portanto, o médico deve ser informado sobre todos os medicamentos em uso.
  • Seu uso prolongado ou em altas doses pode aumentar o risco de problemas renais, cardíacos e hepáticos.
  • Pessoas com histórico de úlceras, problemas renais, cardíacos ou hepáticos devem usar o medicamento com cautela e sob orientação médica.
  • Podem ocorrer efeitos adversos em mulheres grávidas ou que estejam amamentando, sendo importante consultar um médico antes de usar o medicamento.
  • Em alguns casos, pode haver reações alérgicas graves, como erupções cutâneas, inchaço ou dificuldade respiratória.
  • Siga as instruções de dosagem recomendadas e consulte um médico para obter informações específicas sobre os efeitos colaterais e precauções quanto ao uso de ibuprofeno.

Ibuprofeno: contraindicações

O ibuprofeno não deve ser utilizado por pessoas com histórico de alergia a medicamentos anti-inflamatórios não esteroides, como o próprio ibuprofeno, aspirina ou similares. Além disso, o ibuprofeno é contraindicado em pessoas que apresentam úlceras pépticas ativas ou histórico de sangramento gastrointestinal.

Pessoas com problemas de coagulação ou distúrbios de sangramento devem evitar o uso do ibuprofeno, pois ele pode aumentar o risco de hemorragia. Pacientes em tratamento com anticoagulantes ou doenças cardiovasculares graves não devem usar este medicamento, pois o medicamento pode aumentar o risco de eventos cardiovasculares adversos.

Outro ponto é que o ibuprofeno é contraindicado durante o terceiro trimestre de gravidez, pois pode causar complicações no feto e no parto. Pessoas com insuficiência renal grave ou doença hepática avançada devem evitar o uso do medicamento devido ao risco de agravamento dessas condições.

O ibuprofeno não deve ser utilizado em combinação com outros medicamentos que também contenham anti-inflamatórios não esteroides, pois isso pode aumentar o risco de efeitos colaterais e complicações. É importante informar o médico sobre qualquer condição de saúde existente antes de iniciar o uso do ibuprofeno.

Crianças menores de 6 meses não devem receber ibuprofeno sem orientação médica. Sempre consulte um médico para obter informações específicas sobre as contraindicações do medicamento, levando em consideração seu histórico médico e condição atual.

Interações medicamentosas

As interações do ibuprofeno com outros medicamentos devem ser motivo de atenção antes de iniciar o tratamento. Caso esteja utilizando outro remédio ou faça uso contínuo de algum medicamento, um profissional de saúde deve orientá-lo. Estas são as principais informações das interações do ibuprofeno com outros remédios.

  • O Ibuprofeno pode interagir com outros medicamentos, como anticoagulantes, medicamentos para pressão arterial elevada e medicamentos corticosteroides.
  • O uso concomitante de ibuprofeno e anticoagulantes pode aumentar o risco de sangramento.
  • Medicamentos para pressão arterial elevada, como diuréticos e inibidores da enzima conversora de angiotensina, podem ter sua eficácia reduzida quando combinados com ibuprofeno.
  • Medicamentos corticosteroides, como a prednisona, podem aumentar o risco de úlceras estomacais e sangramento quando usados junto com ibuprofeno.
  • É importante informar o médico sobre todos os medicamentos - incluindo prescritos, de venda livre e suplementos - antes de iniciar o uso de ibuprofeno.
  • O uso concomitante deste medicamento com aspirina ou outros medicamentos anti-inflamatórios não esteroides pode aumentar o risco de efeitos colaterais gastrointestinais.
  • Medicamentos que afetam a função renal, como diuréticos, podem ter sua toxicidade renal aumentada quando combinados com ibuprofeno.
  • O ibuprofeno pode interferir com certos medicamentos utilizados em testes laboratoriais, como exames de função renal e hepática.
  • Alguns medicamentos antidepressivos, como inibidores seletivos da recaptação de serotonina, podem ter seu efeito aumentado pelo ibuprofeno.
  • Sempre consulte um médico ou farmacêutico para obter informações específicas sobre as interações medicamentosas do ibuprofeno, levando em consideração seus medicamentos atuais e histórico médico.
Imagem Ilustrativa
Imagem Ilustrativa
Foto: Envato

Uso em grupos especiais

O uso do ibuprofeno em alguns grupos, como crianças e idosos, gestantes ou mulheres que estão amamentando, requer alguns cuidados. Sempre consulte um médico para obter informações específicas sobre o uso desse medicamento em grupos especiais.

Por exemplo, o ibuprofeno não é recomendado durante os últimos três meses de gravidez. Seu uso durante a gravidez, especialmente no primeiro e segundo trimestres, pode aumentar o risco de complicações para o feto.

Para mulheres lactantes, o ibuprofeno é considerado seguro quando usado em doses adequadas e por curtos períodos. No entanto, é importante consultar um médico antes de usar o medicamento durante a amamentação.

Idosos podem ser mais propensos a sofrer efeitos colaterais gastrointestinais e renais com o uso de ibuprofeno. A dose adequada para idosos pode ser menor do que a dose normalmente recomendada.

Em crianças, o ibuprofeno costuma ser seguro se usado nas doses apropriadas e sob orientação médica. É importante seguir as instruções de dosagem específicas para cada faixa etária. Em menores de 6 meses, só deve ser usado com orientação médica.

Ibuprofeno: como tomar e forma de apresentação

O ibuprofeno é um medicamento disponível em diferentes formas de apresentação. Além disso, existem algumas orientações médicas sobre como deve ser administrado:

  • O antiinflamatório está disponível em várias formas, incluindo comprimidos, cápsulas, suspensão oral e gel tópico.
  • A forma de apresentação mais comum é o comprimido, que deve ser ingerido inteiro com um copo de água.
  • O ibuprofeno em cápsulas também é ingerido inteiro, seguindo as instruções de dosagem adequadas.
  • A suspensão oral é uma opção para crianças ou pessoas com dificuldade em engolir comprimidos. Deve-se usar a medida de dosagem fornecida com o produto.
  • O gel tópico de ibuprofeno é aplicado diretamente na pele, massageando suavemente até a completa absorção.
  • É importante seguir as instruções de dosagem e administração fornecidas pelo médico e/ou as informações do rótulo do produto.
  • Pode ser tomado com ou sem alimentos. Ingeri-lo com alimentos pode ajudar a reduzir a irritação gastrointestinal.
  • Evite quebrar ou mastigar comprimidos de liberação prolongada, se essa for a forma prescrita.
  • Para uso tópico, siga as instruções específicas sobre a quantidade e a frequência de aplicação do gel de ibuprofeno.
Imagem Ilustrativa
Imagem Ilustrativa
Foto: Envato

Armazenamento e validade

É importante sempre armazenar corretamente os medicamentos, assim como ficar atento aos prazos de validade de cada produto. 

Como armazenar adequadamente:

Este medicamento deve ser armazenado em temperatura ambiente, entre 20° C e 25° C. É importante mantê-lo longe da umidade e da luz direta. Mantenha-o na embalagem original, devidamente fechada.

Verifique sempre a data de validade antes de usar este medicamento. Descarte-o se estiver vencido. A validade do ibuprofeno pode variar dependendo do fabricante; em geral de 2 a 3 anos a partir da data de fabricação. Nunca utilize após a data de validade indicada na embalagem. Se tiver dúvidas sobre o armazenamento adequado ou sobre a validade do produto, consulte um médico ou farmacêutico.

Descarte corretamente o produto vencido ou não utilizado, de acordo com as orientações locais de descarte de medicamentos. Mantenha fora do alcance de crianças e de animais de estimação.

Orientações adicionais

Outras informações importantes sobre o uso do ibuprofeno.

Em caso de overdose acidental, procure assistência médica imediatamente.

  • Os sinais de overdose podem incluir náuseas, vômitos, dor de estômago, tontura e sonolência.
  • É essencial seguir as instruções de dosagem recomendadas pelo médico ou indicadas na embalagem do medicamento.
  • Evite exceder a dose máxima diária recomendada de ibuprofeno, a menos que seja orientado pelo seu médico.
  • Se ocorrerem efeitos colaterais graves, como dificuldade para respirar, inchaço ou erupções cutâneas, procure assistência médica imediatamente.
  • Não tome este medicamento se estiver tomando outros fármacos sem consultar um profissional de saúde, pois podem ocorrer interações medicamentosas.
  • Informe o médico sobre quaisquer condições médicas pré-existentes ou outros medicamentos que esteja tomando antes de usar este produto.
  • Evite o uso prolongado de ibuprofeno sem orientação médica, pois pode aumentar o risco de efeitos colaterais graves.
  • Em caso de dúvida ou informações adicionais sobre o uso do ibuprofeno, consulte um médico ou farmacêutico qualificado.

Fontes:

Drugs.com. Ibuprofen. Disponível em:

<https://www.drugs.com/ibuprofen.html>. Acesso em: 7.jun.2023.

Mayo Clinic. Ibuprofen (Oral Route). Disponível em:

<https://www.mayoclinic.org/drugs-supplements/ibuprofen-oral-route/proper-use/drg-20070602>. Acesso em: 7.jun.2023.

MedLine Plus. Ibuprofen. Disponível em:

<https://medlineplus.gov/druginfo/meds/a682159.html>. Acesso em: 7.jun.2023.

WebMD. What's the Difference Between Acetaminophen and Ibuprofen? Disponível em:<https://www.webmd.com/pain-management/difference-acetaminophen-ibuprofen#1-2>. Acesso em: 7.jun.2023.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade