PUBLICIDADE

Café da manhã é o serviço nº 1 para atrair brasileiros em hotéis

ver comentários
Publicidade
<p>Noventa e quatro por centro dos brasileiros acreditam que é um diferencial ter a primeira refeição do dia inclusa na diária</p>
Noventa e quatro por centro dos brasileiros acreditam que é um diferencial ter a primeira refeição do dia inclusa na diária
Foto: Getty Images

Na hora de escolher um hotel, vários fatores são levados em consideração. Há quem priorize os preços promocionais, quem esteja mais ligado em conforto e até os que não abrem mão do ar condicionado. Mas um serviço faz toda a diferença para fechar a reserva: o café da manhã. De acordo com a TripBarometer, uma pesquisa realizada pelo site TripAdvisor e divulgada nesta quarta-feira (6), 94% dos brasileiros acreditam que é um diferencial ter a primeira refeição do dia inclusa na diária.

A pesquisa, que aponta as preferências dos consumidores e empresários, foi realizada em 22 países, com mais de 35 mil entrevistados. Destes, 1.260 brasileiros que, além do café da manhã, colocaram o wi-fi gratuito no quarto na lista de serviços prioritários, com 89%, seguido de wi-fi grátis no lobby (79%), academia (42%), spa (34%) e business center (30%).

Em segundo lugar, a ausência de wi-fi no quarto tem grande impacto na hora da reserva. Ao todo, 83% dos hotéis oferecem internet no Brasil, mas vale lembrar que a qualidade da conexão é variável. “A lei brasileira exige que todos os hóspedes sejam cadastrados para acessar a internet. Isso dificulta para os hotéis, que precisam colocar senha no wi-fi”, justificou Marco Jorge, gerente da TripAdvisor na América Latina.

Foto: Arte Terra

Outro fator que chama a atenção e interfere na decisão de 90% dos viajantes é a preocupação do hotel relacionada à sustentabilidade. Isso inclui o uso de lâmpadas de baixo consumo de energia, reutilização de toalhas e produtos de limpeza que não prejudiquem o meio ambiente.

Previsões para 2013 e 2014
O levantamento aponta ainda que 56% dos brasileiros pretendem investir mais em viagens em 2013, ao mesmo tempo em que 53% dos hotéis no País devem encarecer suas diárias.

“Apesar de os viajantes estarem dispostos a gastar, as propriedades pretendem aumentar as tarifas e contratar menos. Os grandes eventos, como a Olimpíada e a Copa, ajudam a elevar o preço da hospedagem”, sugeriu Marco Jorge.

No Brasil, 25% das pessoas planejam uma viagem curta com uma semana de antecedência, mas antes de escolher o destino, os viajantes apostam no tradicional “boca a boca” e usam cada vez mais as redes sociais e internet para planejar as férias. Segundo a pesquisa, os mais procurados são os sites que oferecem reviews de viagem, com elogios e críticas de usuários.

“A opinião negativa faz parte. Nem o Copacabana Palace, que é o hotel número um do Rio, deixa de ter experiências negativas. É pessoal, é costume”, disse Marco Jorge ao falar sobre os comentários deixados no TripAdvisor.

A seguir, confira as fontes de informações mais usadas pelo mundo.

Foto: Arte Terra

 

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade