PUBLICIDADE

Balneário Camboriú: praias, passeios, hotéis, restaurantes

A 'Dubai brasileira' viu surgir obras faraônicas nos últimos anos e está repleta de novidades. Veja um guia completo do destino

8 abr 2024 - 10h42
(atualizado em 10/4/2024 às 12h15)
Compartilhar
Exibir comentários

Balneário Camboriú definitivamente não é mais a mesma. A cidade passou por transformações faraônicas nos últimos anos, como o alargamento da praia, que foi de 25 metros para 70 metros em 2021, a construção de imensos arranha-céus - o que valeu ao destino o apelido de "Dubai brasileira" - e um crescimento populacional de 28,74% em doze anos, segundo o Censo de 2022. O município tem hoje cerca de 140 mil habitantes, mas chega a receber um milhão de visitantes, marca atingida no Réveillon de 2024 e que já entrou para a história da cidade: a virada do ano foi recebida com um show de mil drones.

Avenida Atlântica , a via beira-mar e principal artéria da cidade, se estende por 5,8 quilômetros. A parte norte é chamada de Barra Norte, o trecho sul é chamado de Barra Sul e, na metade do caminho, fica a chamada Praia Central. O lema em toda a orla é ver e ser visto e por ali desfilam carrões de muitos dígitos. É lá também que se misturam bares, casas noturnas, restaurantes tradicionais e moderninhos que dividem espaço com prédios residenciais, hotéis e atrações turísticas.

Vista da extremidade norte da Praia Central de Balneário Camboriú
Vista da extremidade norte da Praia Central de Balneário Camboriú
Foto: Malu Jansen/Viagem e Turismo / Viagem e Turismo

Os antigos prédios de vinte andares ficam pequenos perto dos edifícios gigantescos - ao todo, são vinte arranha-céus ao longo da orla que ultrapassam os 150 metros de altura. O mais alto deles, o One Tower, é o segundo maior prédio da América Latina, com 290 metros e 84 andares. Quer espiar? Ele fica entre as ruas 4400 e 4100.

As torres, no entanto, atrapalham na hora de pegar uma praia, já que deixam parte da faixa de areia sombreada no decorrer da tarde, mesmo com o engordamento da faixa de areia. A obra tornou a praia menos muvucada, já que há mais espaço para circular, fincar guarda-sóis e praticar esportes.

As vistas mais privilegiadas ficam nas duas extremidades da Praia Central: na Barra Sul, a partir do mirante do Parque Unipraias , e na Barra Norte, do alto da roda gigante FG Big Wheel . Veja um guia completo do destino: 

O QUE FAZER EM BALNEÁRIO CAMBORIÚ 

O cardápio de atrações em Balneário Camboriú é bem amplo: praias urbanas ou mais reservadas, vida noturna e gastronomia.

Praias 

A paisagem mais conhecida de BC - como é chamada pelos mais (ou menos) íntimos - é a da Praia Central , com a orla emoldurada pelos prédios gigantescos. Mas não é só da Central que vive Balneário: há outras cinco praias no município, cujo acesso é feito pela Rodovia Interpraias. 

A mais famosa delas é a selvagem Praia do Pinho , considerada a primeira praia destinada ao naturismo do Brasil. Sem contar outras areias que ficam bastante próximas e que costumam fazer parte do roteiro de quem visita a cidade, como é o caso da Praia Brava, em Itajaí, e a praia de Itapema.

Praia Central 

A Praia Central, onde se concentram os arranha-céus, tem por volta de 3 km de extensão (ela vai da rua 3700 até a rua 1301). O mar é mais tranquilo na Barra Sul, mas ali também fica um trecho impróprio para banho, por conta da afluência do Rio Camboriú. A partir da rua 3500 até a extremidade norte, toda a praia é própria para banho, embora o mar fique mais agitado - há bandeiras vermelhas indicando os trechos perigosos. 

A construção de um parque linear ao longo de toda a orla Central está em andamento e prevê ampliação do calçadão, do jardim, criação de áreas de lazer e de espaços para atividade física. O parque terá no total 250 mil metros quadrados e irá de uma ponta a outra da Praia Central. Ainda não há previsão para a conclusão. A obra foi dividida em 18 trechos e o início se deu em novembro de 2023 na Barra Sul entre as ruas 4400 e 4600. 

Barra Sul da Praia Central de Balneário Camboriú
Barra Sul da Praia Central de Balneário Camboriú
Foto: Malu Jansen/Viagem e Turismo / Viagem e Turismo

Praia de Laranjeiras 

Quase sempre muvucada, mas com mar bem azul, a praia é um ótimo passeio - fica a 6 km no sentido sul por meio da Rodovia Interpraias, mas também é possível chegar através do teleférico do parque Unipraias (veja abaixo). 

Praia de Laranjeiras vista de cima, a partir do teleférico do parque Unipraias
Praia de Laranjeiras vista de cima, a partir do teleférico do parque Unipraias
Foto: Malu Jansen/Viagem e Turismo / Viagem e Turismo

Praia de Taquaras 

Em Taquaras, que fica a 10 km ao sul da Praia Central, a paisagem é radicalmente diferente: a faixa de areia é quase que totalmente cercada pela mata. O mar também é mais agitado e com ondas fortes, perigoso para o banho - mas é bem azul. Há pouca infraestrutura, com algumas lanchonetes no canto direito. 

Praia do Pinho 

É considerada a primeira praia de naturismo do Brasil, com água transparente e aproximadamente 500 metros de extensão. Há uma pequena trilha que leva até lá. A nudez, que antes era obrigatória, é opcional desde 2021 - mas no trecho do início da praia, deve-se usar roupas. O naturismo é praticado naquele pedaço desde 1980.

Praia do Pinho vista de cima; o acesso até lá é feito por meio de uma pequena trilha
Praia do Pinho vista de cima; o acesso até lá é feito por meio de uma pequena trilha
Foto: Otávio Nogueira/Wikimedia Commons / Viagem e Turismo

Estaleiro e Estaleirinho 

Com boa variedade de quiosques e restaurantes na areia que servem refeições, como o Restaurante Estaleirinho e a Petiscaria Pé na Areia , a tranquilidade reina no Estaleiro e na vizinha Estaleirinho. O mar, que é azul e bem agitado, exige cuidado na hora de entrar. 

Parque Unipraias 

O Parque Unipraias é um destino completo, no qual vale passar o dia inteiro, se possível fora da temporada e de feriados. O passeio começa pelo teleférico, que sai da Barra Sul e sobe o Morro da Aguada até a estação Mata Atlântica. Ali, é possível desembarcar e conhecer mirantes belíssimos de onde se tem vista para a Praia Central e para a praia de Laranjeiras, do outro lado.

Praia Central de Balneário Camboriú, vista do mirante do Parque Unipraias
Praia Central de Balneário Camboriú, vista do mirante do Parque Unipraias
Foto: Malu Jansen/Viagem e Turismo / Viagem e Turismo

Também há três atrações pagas à parte na estação Mata Atlântica: a tirolesa ZipRider (R$ 78 por pessoa) e o YouHooo! , um pequeno trenó que comporta até duas pessoas e que passa pelo meio da mata. O condutor que está na frente comanda a velocidade do carrinho, podendo ir devagar, ou, para quem quer uma dose de adrenalina, em alta velocidade. Custa R$ 55 para uma pessoa e R$ 60 o trenó para duas pessoas. Há também um trenzinho para quem quer conhecer as espécies nativas da Mata Atlântica (R$ 40 por pessoa; crianças de até 2 anos não pagam). 

Dali, é possível voltar ou seguir até o último ponto de desembarque, na Praia de Laranjeiras. O teleférico também serve como transporte até a praia para quem estiver sem carro.

O bondinho custa R$ 68 por pessoa (de 5 a 12 anos e acima de 60 anos pagam meia). O parque abre todos os dias, das 9h30 às 17h30 (bilheteria e embarque encerram 16h30). 

Roda gigante 

No lado oposto, ao fim da Barra Norte, fica a FG Big Wheel , uma roda-gigante inaugurada em 2020 que tem 82 metros de altura e uma das melhores vistas da orla. A volta completa dura em torno de 25 minutos, e a cabine recebe até seis pessoas por vez. É possível conseguir valores mais baratos comprando pelo site : o ingresso individual custa R$ 60 por pessoa (grupos maiores têm desconto). 

A FG Big Wheel fica ao fim da Praia Central, na Barra Norte
A FG Big Wheel fica ao fim da Praia Central, na Barra Norte
Foto: Hildo Junior/FG Big Wheel/Divulgação / Viagem e Turismo

Aquário

O Oceanic Aquarium é considerado o maior aquário da região Sul do Brasil - são 30 habitats com 140 espécies de animais, com peixes, tubarões, tartarugas, e até pássaros e cobras, vindos de várias partes do mundo. O espaço tem 35 mil metros quadrados e três andares. 

O Oceanic Aquarium, inaugurado em 2020, fica de frente para o Rio Camboriú, na Rua Normando Tedesco
O Oceanic Aquarium, inaugurado em 2020, fica de frente para o Rio Camboriú, na Rua Normando Tedesco
Foto: Malu Jansen/Viagem e Turismo / Viagem e Turismo

O lugar fica na rua 4000, na Barra Sul - mas voltada para o Rio Camboriú, na esquina com a rua Normando Tedesco. A inteira custa R$ 79,90 e os ingressos podem ser comprados pelo site ou na bilheteria.

Um simpático cardume de peixes no Oceanic Aquarium
Um simpático cardume de peixes no Oceanic Aquarium
Foto: Malu Jansen/Viagem e Turismo / Viagem e Turismo

Aventura Pirata

A Aventura Pirata é um espaço com várias atividades para as crianças, como teatro, museu, cinema 3D interativo e jogos como tiro ao alvo, todos inspirados no universo dos piratas. O lugar fica na rua 4000, na esquina com a Avenida Atlântica. O ingresso avulso custa R$ 59,90 a inteira, e a meia custa R$ 29,90. É possível comprar no site ou na bilheteria.

Classic Car Show

O Classic Car Show é um museu com acervo de 30 carros e motocicletas raros, como Rolls-Royce, Cadillac e Mustang. Fica na ponta da Barra Sul, na esquina da Normando Tedesco com a rua 4800. O ingresso custa R$ 59,90 a inteira, e pode ser comprado no site ou bilheteria.

Um dos modelos em exposição no Classic Car Show
Um dos modelos em exposição no Classic Car Show
Foto: Classic Car Show/Divulgação / Viagem e Turismo

Aventura Jurássica

A Aventura Jurássica é um parque com mais de 100 robôs e réplicas dos dinossauros, além de atividades interativas para as crianças e uma exposição com fósseis originais. O espaço fica no Centro, um pouco mais afastado da praia Central, logo atrás da rodoviária e do Balneário Shopping. Os ingressos custam R$ 99,90 a inteira, e podem ser comprados no site ou na bilheteria.

Passaporte da diversão 

Uma opção para fazer várias atrações por um preço único é o "passaporte da diversão": por R$ 149, dá para conhecer os passeios Oceanic Aquarium, Aventura Pirata, Classic Car Show e o parque Aventura Jurássica, assim como os cinemas 3D do aquário e do Car Show. Quem compra o passaporte tem até doze meses para visitar as cinco atrações.

Cristo Luz

Uma atração que fica afastada do circuito turístico de Balneário Camboriú é o Cristo Luz - uma réplica do Cristo Redentor que possui 33 metros de altura. O ingresso pode ser comprado no site ou na bilheteria (R$ 60). Você estaciona o carro e o último trecho pode ser vencido a pé ou em uma van gratuita. Lá em cima, há um bar, uma pizzaria e uma praça de alimentação com opções diversas e programação musical em alguns dias da semana. O lugar fica no alto do Morro da Cruz, no bairro Nações, a cinco minutos de carro do centro de Balneário Camboriú. Aberto das 16h até 0h. Saiba mais

Vida noturna 

A vida noturna de Balneário é referência. A música eletrônica domina casas - como na festa Green Valley , que acontece uma vez por mês e que está no pódio das melhores baladas do mundo pela DJ Mag desde 2011 - e conquistou o primeiro lugar quatro vezes. A casa noturna fica depois da BR-101, no sentido Florianópolis, a aproximadamente 15 minutos de carro da Barra Sul. 

Também há opções de casas de música sertaneja, como a Shed . Entre os bares, escolha entre as opções da Avenida Atlântica: na altura da rua 1300, o Chaplin Bar serve bons drinks e pratos no salão e na areia, com o camarão como carro-chefe. Perto dali, na altura da rua 1700, o Sossega Bar traz um clima havaiano para a Avenida Atlântica, com pratos tropicais e petiscos. Na Barra Sul, na altura da rua 4400, o Infarta Madalena tem um clima relaxado, com pagode ao vivo acompanhado de bons petiscos. 

ONDE FICAR

A maioria dos hotéis fica no Centro e tem pouca área de lazer. Estão ao lado do comércio e restaurantes, mas, também, do trânsito das avenidas Atlântica e Brasil. O Marambaia Hotel fica bem no fim da Barra Norte, a três minutos da roda-gigante. Da rede Slaviero, o BRUT também fica na região e tem café da manhã elogiado. Com bom custo-benefício na região mais central, o Hotel Miramar fica a 20 metros da praia. 

Para opções mais luxuosas, a dica é ficar em outras praias da região, como Estaleiro e Estaleirinho: algumas opções são o Estaleiro Guest House e a Morada do Estaleiro . Outra opção é alugar um Airbnb; confira 5 opções aqui . 

ONDE COMER

Balneário chama a atenção pelo amplo e bom leque de opções gastronômicas. Além dos restaurantes especializados em frutos do mar, como a Casa da Lagosta , há opções de restaurantes contemporâneos como o Lucca Bistrô , na Praia Central, e o Number Seven , na Barra Norte. Outro forte da gastronomia na cidade é a culinária japonesa, com sushi bars como o Brava Sushi e o Taj Bar , na Barra Sul. Na Avenida Brasil, o Passeio San Miguel é um espaço charmosinho com várias opções de restaurantes e lojas.

COMO CIRCULAR

As duas avenidas principais do Centro, a Atlântica e Brasil, são bem movimentadas e com muito trânsito na alta temporada. Por isso, pode ser uma boa ir a pé, de bicicleta ou patinete elétrico (que podem ser alugados por R$ 0,60 por minuto no app para iPhone e Android ). As ruas perpendiculares às avenidas Atlântica e Brasil não possuem nomes, mas sim números - o que facilita na hora de se localizar. 

Se a ideia é ir às praias mais afastadas, a melhor pedida é um carro e seguir pela Rodovia Interpraias. Para visitar Itajaí e cidades vizinhas, embarque em um dos coletivos da Viação Praiana .

COMO CHEGAR EM BALNEÁRIO CAMBORIÚ 

Navegantes, o aeroporto mais próximo, recebe voos de diversas capitais do país. A partir dele, há duas maneiras de chegar a Balneário: a mais rápida (14 km) inclui travessia de balsa (cinco minutos) até Itajaí. A mais longa (35 km) passa pela BR-101, mas prepare-se para o trânsito na alta temporada. Para chegar de ônibus, a Viação Catarinense faz rotas diárias partindo de São Paulo, Curitiba e Florianópolis (há uma linha que sai direto do aeroporto da capital às 8h e às 13h). 

QUANDO IR 

Do Natal ao Carnaval, a cidade lota e as festas estão no auge. Mas o trânsito fica lento e os preços vão lá em cima. De fevereiro a maio ainda há turistas, mas em quantidade bem menor - época ideal para curtir dias ensolarados com mais sossego. Entre junho e setembro, durante o inverno, as temperaturas caem, mas há menos movimento.

Veja as melhores opções de voos para Navegantes 

Viagem e Turismo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade