PUBLICIDADE

Vídeo: Consumo exagerado de álcool pode causar queda de cabelo

Álcool afeta aspecto do cabelo e também suas estruturas, dificultando a formação do fio; Não há dose segura para evitar danos

12 out 2023 - 06h30
Compartilhar
Exibir comentários
Consumo exagerado de álcool pode causar queda de cabelo:

Além de fazer mal para a pele, o álcool, quando ingerido de forma crônica e frequente, também é danoso para os cabelos. 

“O malefício mais agudo é causar ressecamento devido à alteração da produção de óleos necessários para o brilho do fio, enfraquecimento da haste capilar devida à redução da absorção de nutrientes pelas paredes do sistema digestivo e consequente baixa qualidade produtiva de fio, afinamento e até mesmo a queda dos fios devido às condições metabólicas extenuantes que submetemos nosso organismo num todo ao ingerir exageradamente álcool”, explica Danilo S. Talarico, médico pós-graduado em Tricologia Médica e Cirurgia Capilar. 

“O consumo excessivo de álcool pode levar a deficiências nutricionais, desequilíbrios hormonais e inflamações no corpo, que juntas causam um efeito nocivo deletério para a produção das hastes capilares pelos folículos e consequente encurtamento dos ciclos capilares, que em média são de três anos. Além disso, a má saúde geral causada pelo consumo excessivo de álcool pode afetar negativamente o reinício do ciclo de crescimento dos cabelos causando falta de fios aparentes no couro cabeludo a longo prazo”, acrescenta o médico.

Não existe dose segura de álcool

De acordo com o médico, não existe uma dose ou forma exata de consumo de álcool que não afete a saúde dos seus cabelos para todas as pessoas. 

“No entanto, o consumo moderado de álcool e a recuperação metabólica adequada são importantes para minimizar os possíveis efeitos negativos no cabelo”, diz o especialista.

Ele afirma que, após um episódio de consumo excessivo de álcool, o recomendado é fazer repouso físico, aumentar a hidratação e ter uma alimentação rica em nutrientes essenciais para a saúde capilar, como vitaminas, minerais e proteínas. 

“Respeitar o tempo de recuperação do seu corpo também é importante; isso é individual e muda com o nosso envelhecimento também. Além disso, produtos capilares que contenham reparadores dos lipídeos do couro cabeludo e do fio de cabelo podem ajudar a melhorar a condição do cabelo agudamente. A dica é usar os óleos reparadores de pontas e as máscaras de reconstrução de fibra capilar”, diz. 

Foto: Montagem Homework

Na alimentação, nutrientes essenciais para a saúde dos cabelos incluem vitaminas como a biotina (vitamina B7), silício, selênio, zinco, ferro, vitamina E, vitaminas do complexo B, além de proteínas e ácidos graxos essenciais. 

“Um organismo equilibrado tem melhores condições de produzir fios com saúde e beleza. Para ajudar na recuperação após um consumo excessivo de álcool, é importante beber bastante água para hidratação, descansar adequadamente e consumir alimentos saudáveis e ricos nesses nutrientes”, finaliza o médico.

(*) HOMEWORK inspira transformação no mundo do trabalho, nos negócios, na sociedade. É criação da Compasso, agência de conteúdo e conexão. 

Homework Homework
Compartilhar
Publicidade
Publicidade