PUBLICIDADE

Veja como escolher opções de chocolate saudáveis

Especialista explica como alguns tipos do doce podem oferecer mais benefícios à saúde

7 jul 2024 - 09h03
Compartilhar
Exibir comentários

Em 7 de julho é comemorado o "Dia Mundial do Chocolate". E, nesta data tão especial, os amantes do doce feito de cacau têm motivos de sobra para comemorar: uma pesquisa realizada e publicada no ano passado pela Universidade of L'Aquila, da Itália, aponta que o consumo de pequenas porções de chocolate amargo diariamente pode fazer bem ao cérebro.

O consumo regular de chocolate amargo melhora a memória e até a fluência verbal
O consumo regular de chocolate amargo melhora a memória e até a fluência verbal
Foto: Dean Drobot | Shutterstock / Portal EdiCase

O estudo, realizado ao longo de três meses, comprova que a ingestão diária da versão amarga pode beneficiar a capacidade cognitiva do ser humano, melhorando elementos básicos como atenção, reflexos, agilidade na forma de pensar, memória e até mesmo fluência verbal.

Benefícios do chocolate

Juliane Casas, coordenadora do curso de Nutrição da Faculdade Anhanguera, explica que os benefícios do chocolate amargo derivam dos flavonoides do cacau, que são bioativos capazes de reduzir a pressão arterial e aumentar o fluxo sanguíneo para o cérebro. "Isso não só melhora o sistema cognitivo, mas também pode ser especialmente benéfico para adultos mais velhos e idosos", afirma.

Apesar dos benefícios, a nutricionista alerta para o consumo moderado: "Embora o chocolate amargo ofereça vantagens para a saúde, é importante consumi-lo com moderação devido ao seu teor calórico. A recomendação é de cerca de 30 gramas por dia para obter os benefícios sem exageros", alerta.

Escolher o chocolate correto faz toda a diferença na hora de aproveitar os seus benefícios
Escolher o chocolate correto faz toda a diferença na hora de aproveitar os seus benefícios
Foto: BearFotos | Shutterstock / Portal EdiCase

Opções mais saudáveis

A escolha do chocolate certo pode fazer toda a diferença para aproveitar os seus benefícios. Juliane Casas recomenda optar por opções amargas com pelo menos 70% de cacau, pois contêm maior quantidade de flavonoides e menos açúcar.

"Para aqueles que estão acostumados com chocolates ao leite, começar com versões que contenham cerca de 50% de cacau pode ser uma transição mais suave para o paladar", sugere. Em receitas caseiras que incluem chocolate, substituir o chocolate em pó pelo cacau em pó pode ser uma maneira saudável de obter os benefícios do cacau sem adição de açúcar e gorduras adicionais.

Cuidado com alguns chocolates

A profissional alerta que também é necessário cuidado com opções não tão saudáveis para a saúde. "É importante destacar que alguns tipos de chocolate, como os ao leite e os brancos, podem trazer malefícios para a saúde se consumidos em excesso", alerta a coordenadora do curso de Nutrição da Faculdade Anhanguera.

Segundo ela, essas variedades geralmente contêm altos teores de açúcar, gorduras saturadas e menos cacau em comparação com os chocolates amargos. "O consumo regular desses chocolates pode contribuir para o aumento de peso, problemas dentários e até mesmo desequilíbrios metabólicos, como resistência à insulina. Portanto, é fundamental moderar o consumo desses tipos de chocolate em prol da saúde geral", conclui.

Por Bianca Lodi Rieg

Portal EdiCase
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade