PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Quais são os usos da toxina botulínica?

Apesar de muita gente saber que o Botox reduz rugas e linhas de expressão, os usos da toxina botulínica vão muito além da estética

13 mai 2024 - 17h48
Compartilhar
Exibir comentários
Quais são os usos da toxina botulínica?
Quais são os usos da toxina botulínica?
Foto: Pexels / Personare

A toxina botulínica, também conhecida pelo nome comercial Botox, é amplamente conhecida por suas aplicações na área da estética, reduzindo rugas e linhas de expressão. No entanto, os usos da toxina botulínica para finalidade terapêutica é igualmente impressionante e diversa. 

Originada a partir da bactéria Clostridium Botulinum, essa substância tem demonstrado eficácia em tratar uma variedade de condições na face, desde problemas nos olhos até no maxilar, como também em outras partes do corpo, como suor excessivo nas axilas e enxaquecas.

É importante destacar que os usos da toxina botulínica servem como tratamento temporário, pois seus efeitos geralmente duram alguns meses. Por isso, a pessoa pode ster de fazer aplicações de manutenção para manter os resultados desejados. 

Além disso, o procedimento deve ser realizado por um profissional qualificado e experiente, como um dermatologista, cirurgião plástico ou dentista devidamente capacitado, para garantir a segurança e a eficácia do tratamento.

Como com qualquer procedimento médico, ainda que pouco invasivo e com raras contraindicações, é essencial discutir todas as opções, riscos e benefícios com um profissional de saúde antes de decidir pela utilização do Botox.

Então, se você está em dúvida, veja aqui os cuidados que devemos ter antes de decidir colocar toxina botulínica.

9 usos da toxina botulínica

A seguir, confira 9 usos da toxina botulínica para diversos fins, desde os conhecidos da estética contra a aparência de envelhecimento, até aplicações terapêuticas e médicas.

1. Estrabismo

A primeira vez que a toxina botulínica foi utilizada na face humana foi com a finalidade de tratar estrabismo. Isso ocorreu em 1973. 

Ao enfraquecer temporariamente os músculos oculares envolvidos no problema, a substância ajuda a alinhar os olhos de maneira mais adequada, melhorando a visão e a aparência estética.

2. Assimetrias faciais

A toxina botulínica também é utilizada para minimizar assimetrias faciais causadas em diversas situações como AVC e paralisia de Bell. Nesse caso, a aplicação do Botox é feita em maior dosagem no lado não paralisado.

3. Sorriso gengival

Esse recurso é utilizado para baixar o sorriso gengival, que nada mais é do que o excesso de gengiva a mostra quando uma pessoa sorri, saindo dos padrões reconhecidos como estético. 

O sorriso gengival pode ser bilateral ou unilateral e a avaliação de um dentista pode sugerir o melhor tratamento. 

É necessário aplicar uma pequena dose da toxina botulínica para aliviar a força do músculo que o profissional observar que está ocasionando essa situação.

4. Gerenciamento do envelhecimento (rugas)

Aqui está o uso mais conhecido do Botox, que é para gerenciar o envelhecimento, ou seja, minimizar os impactos estéticos na face que o avanço natural da idade provoca. 

Como diminui a contração muscular, a toxina botulínica evita o aparecimento de rugas, principalmente na testa e no canto dos olhos, mas também podem suavizar as linhas de expressões próximas de todo o rosto.

Além disso, ajuda a remover o aspecto de celulite no queixo, faz lifting de sobrancelha (arqueia), entre outros benefícios estéticos.

Claro que tudo isso está relacionado a padrões de beleza e não tem ligação direta com a saúde. Mas pode ter benefícios significativos para a autoestima de algumas pessoas, pois a melhoria na aparência física, com um aspecto mais alegre e descansado à face, pode desempenhar um papel positivo na forma como uma pessoa se percebe.

Mas é importante destacar que outros fatores são muito importantes, como cuidados emocionais. O Botox não é uma solução definitiva para todos os problemas de autoestima, e a saúde mental e emocional é fundamental. Veja mais dicas de autoestima aqui.

5. Sialorreia (produção excessiva de saliva)

Em casos de produção excessiva de saliva devido a condições neurológicas, a toxina botulínica pode ser aplicada nas glândulas salivares para reduzir a produção de saliva.

+ Veja aqui o relato de uma dentista que transformou a vida de uma paciente com essa condição utilizando tratamento com Botox.

6. Dor crônica e enxaqueca

Além disso, a toxina botulínica pode ser usada no tratamento de diversas condições de dor crônica, incluindo enxaquecas, dores nos músculos masseter (de mastigação), dor nas costas, dor miofacial (dor muscular regional) e dor pélvica crônica. 

Nesse sentido, a substância pode ajudar a relaxar os músculos e aliviar a tensão, proporcionando alívio temporário da dor.

Outra forma de dissolver tensões do rosto é com automassagem facial - veja aqui o passo a passo. Exercício também ajuda a rejuvenescer, pois as expressões também são suavizadas.

7. Tratamento de espasmos musculares

Espasmos são movimentos e contrações musculares involuntárias. Nesse sentido, a aplicação da toxina relaxa os músculos afetados, aliviando os sintomas de dor e desconforto, melhorando a qualidade de vida dos pacientes.

8. Hiperidrose (transpiração excessiva)

Pessoas com hiperidrose, uma condição caracterizada por transpiração excessiva em áreas como axilas, mãos e pés, também podem se beneficiar do tratamento com toxina botulínica.

Nesses casos, a aplicação da toxina nas áreas afetadas interrompe temporariamente os sinais nervosos que estimulam as glândulas sudoríparas, reduzindo significativamente a produção de suor.

9. Incontinência urinária

A toxina botulínica tem se mostrado eficaz no tratamento de incontinência urinária devido à bexiga hiperativa. Por isso, quando injetada na parede da bexiga, a substância reduz a contração involuntária da bexiga, diminuindo os episódios de urgência urinária e incontinência.

Há ainda outros tratamentos naturais e principalmente para prevenção da incontinência urinária, como Pompoarismo (saiba mais aqui).

O post Quais são os usos da toxina botulínica? apareceu primeiro em Personare.

Tatiana Sicardi (tatiana.sicardi@hotmail.com)

- Cirurgiã-dentista com 20 anos de experiência na área de saúde. Especialista e professora de Harmonização Facial.

Personare
Compartilhar
Publicidade
Publicidade