PUBLICIDADE

Quais alimentos ajudam a combater a queda de cabelos?

Alimentação é aliada para ter fios hidratados, sedosos e com brilho natural, segundo especialista

10 abr 2023 - 06h00
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Freepik

“Quanto mais colorido o prato, mais saudável ele é”. Essa frase já é conhecida por todos, porém, por mais que médicos insistam em bater nessa tecla, com a correria do dia a dia muitas pessoas acabam consumindo quase sempre os mesmos alimentos. Dessa forma, se esquecem que variar o cardápio faz bem para o paladar – que começa a apreciar outros sabores e texturas – e para a saúde, já que cada alimentos têm seus próprios benefícios.

A saúde inteira é beneficiada com a variedade alimentar ― e isso inclui também os cabelos. 

“Às vezes a pessoa fica ‘procurando’ o motivo do cabelo cair tanto, mas acaba se esquecendo que, melhor do que tomar uma ‘pílula milagrosa’, para fazer os fios crescerem saudáveis novamente, melhor é ir em direção contrária, de volta às raízes, e fazer uma alimentação adequada”, explica o médico e tricologista Ademir Carvalho Leite Júnior.

Quanto menos embalagem, mais saudável ele é

Para saber quais são esses alimentos sem precisar marcar uma consulta, é simples: lembre-se que, quanto menos embalagem, mais saudável. Ou seja: carnes, ovos, frutas, legumes e cereais dominam a dieta que combate a queda capilar.

“Felizmente, muitas pessoas fazem tratamento com um nutricionista para se manterem no peso ideal. Para quem já faz esse acompanhamento, o trabalho acontece com os profissionais em conjunto: o tricologista indica os alimentos que podem suprir as necessidades do cabelo daquele paciente e o nutricionista adequa à dieta estabelecida”, conta o tricologista. 

Essa referência cruzada é essencial para combater a queda capilar.

Carne vermelha é importante pra saúde dos cabelos

De tempos em tempos, aparecem notícias dizendo que o alimento X ou Y é o vilão da vez, com inúmeras listas de mitos e verdades circulando por aí e, nem sempre, verídicas. 

“Os únicos vilões reais são os alimentos ultraprocessados, que não ajudam em absolutamente nenhum aspecto. Saciam a fome instantaneamente e só. São extremamente pobres em nutrientes e contribuem diretamente para a obesidade. Além do que, seu consumo regular abrem portas para inúmeras doenças”, explica o médico.

Deixando a família de processados de lado, a premissa é a mesma para todos os outros alimentos: consuma com consciência, lembrando de não exagerar na dose em nenhum deles. Esse é o caso da carne vermelha, tão amada e odiada ao mesmo tempo. 

“Temos que colocar de lado alguns atributos negativos e saber valorizar os positivos. A carne vermelha, por exemplo, é a fonte mais importante de proteínas quando falamos em saúde dos cabelos”, exemplifica.

Segundo Ademir, alguns alimentos que são de baixo custo e que são fontes riquíssimas de vitaminas para a saúde capilar são os ovos e os miúdos ou vísceras ― como fígado, rins e moela. Eles são frequentemente deixados de lado na alimentação do dia a dia.

A lista ideal e os superalimentos

Para combater a queda capilar a partir do prato, o tricologista lista os alimentos que precisam fazer parte da lista de compras: 

  • • carnes vermelhas
  • • carnes brancas
  • • peixes
  • • fígado
  • • vísceras
  • • leite
  • • iogurte
  • • queijo
  • • ovos
  • • castanha do Pará
  • • feijão
  • • amendoim
  • • semente de abóbora
  • • aveia
  • • linhaça
  • • ervilha
  • • brócolis
  • • couve-flor
  • • abacate
  • • banana
  • • uva
  • • laranja
  • • tomate
  • • cogumelos
  • • Alho e cebola

Essa seleção é rica em proteínas, selênio, zinco, cromo, ferro, fibras, piridoxina, biotina, zinco, vitaminas, ômega 3 e 6 e antioxidantes.

É preciso voltar às raízes e fazer uma alimentação adequada, diz o médico Ademir Carvalho Leite Júnior
É preciso voltar às raízes e fazer uma alimentação adequada, diz o médico Ademir Carvalho Leite Júnior
Foto: Divulgação

O médico ainda elenca os superalimentos, que são ricos em minerais, vitaminas, fitocompostos, antioxidantes, proteínas e gorduras de boa qualidade: chá verde, quinoa, lentilha, nozes, açaí, kiwi, mirtilo, pimentas, melancia, abacate, batata doce, acelga, espinafre, salmão, azeite de oliva, goji berry, clorela e até chocolate ― só que na versão amargo.

“O cuidado ao escolher os alimentos vai muito além da preocupação em manter a boa forma. Cada um dessa lista possui compostos bioativos poderosos na promoção da saúde em geral e na prevenção de doenças. Uma dieta adequada tem um grau de contribuição elevado e direto para conseguir um cabelo saudável e boa saúde em geral”, finaliza o tricologista.

(*) HOMEWORK inspira transformação no mundo do trabalho, nos negócios, na sociedade. É criação da COMPASSO, agência de conteúdo e conexão.

Homework Homework
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade