PUBLICIDADE

Sepse: entenda a doença que interrompeu tratamento de Preta Gil

Cantora que está com câncer no intestino sofreu um choque séptico em março e agora se recupera das sequelas

17 abr 2023 - 12h14
Compartilhar
Exibir comentários
Preta Gil em post para lembrar o Dia de Prevenção ao Câncer de Intestino
Preta Gil em post para lembrar o Dia de Prevenção ao Câncer de Intestino
Foto: Reprodução/ Instagram @pretagil

Após semanas afastada das redes sociais, Preta Gil voltou ao Instagram neste domingo (17) para revelar que sofreu uma “septicemia”. A doença, conhecida como a principal causa de morte nas UTIs, atingiu a artista no último mês durante seu tratamento contra o adenocarcinoma, tipo de câncer no intestino.

"Eu realmente fiquei muito mal", destacou a cantora e empresária. Ela conta que começou a se sentir mal no dia 22 de março e foi ao hospital, sob recomendação dos médicos, com um quadro inicial de desidratação.

O choque séptico ocorreu no dia seguinte e, de acordo com a artista, a avaliação dos médicos é que a bactéria tenha se instalado no cateter que ela usava. "A gente fez um exame depois no cateter e viu que ele tinha essa bactéria, então foram momentos bem difíceis, eu passei por momentos delicados", detalhou.

Já se recuperando, Preta vai seguir em tratamento contra a infecção porque ficou com sequelas no pulmão. Só após esse período, ela vai poder retomar as terapias contra o câncer.

O que é septicemia?

Hoje, mais conhecida como sepse, a doença que atingiu a artista pode ser definida como um conjunto de manifestações graves que ocorrem em todo o corpo a partir de uma infecção. 

Isso significa que a infecção pode até estar localizada em um órgão, mas a inflamação provocada por ela alcança todo o organismo, o que pode comprometer o funcionamento de vários órgãos. Em casos mais graves, pode chegar a disfunção ou mesmo a falência de múltiplos órgãos, como explica o Ministério da Saúde.

Preta Gil, como paciente oncológica, tem até mais chances de sofrer com o problema. Segundo o órgão do governo, alguns dos grupos com mais risco de passar pela infecção são bebês prematuros; idosos com mais de 65 anos; pessoas com Aids, que fizeram quimioterapia ou usaram medicamentos que afetam as defesas do organismo.

Quais os sintomas da sepse?

A doença não possui sintomas específicos, mas deve servir de alerta para quem passa por uma infecção e apresenta quadro de febre; taquicardia; taquipnéia, nome técnico para a respiração acelerada; tontura; pressão baixa; falta de ar; sonolência excessiva; e confusão.

Qual o tratamento para sepse?

Doença grave, a sepse mata 11 milhões de pessoas por ano, segundo um levantamento da Organização Mundial de Saúde (OMS). Só no Brasil, de acordo com a Fiocruz, são cerca de 240 mil vítimas fatais anualmente.

Tamanha gravidade explica por que as primeiras horas do tratamento são tão importantes. O Ministério da Saúde aponta que os pacientes devem ser tratados com antibiótico - como tem feito Preta Gil - rapidamente, enquanto culturas de sangue devem ser colhidas para identificar o agente causador da doença.

Câncer de Preta Gil

Como explicado pela própria artista em março, ela tem feito ciclos de quimioterapia e, quando estiver plenamente recuperada da sepse, vai retomar as sessões. Na sequência, a filha de Gilberto Gil fará mais cinco sessões de radioterapia e, em seguida, uma cirurgia para a remoção do tumor.

Fonte: Redação Terra Você
Compartilhar
Publicidade
Publicidade