1 evento ao vivo

Antonelli, Poeta e Paolla mostram como usar príncipe de gales

27 mar 2018
09h12
atualizado às 18h18
  • separator
  • comentários

Se você deu uma passada nas lojas nos últimos dias viu que o xadrez príncipe de gales está invadindo as araras e vitrines. A tendência, vista já em desfiles internacionais desde 2016 , desembarcou por aqui de mala e cuia. O bacana é que dá para usar a padronagem tanto em looks mais esportivos, quanto sociais. Em festas e no trabalho. Famosas como Paolla Oliveira, Patricia Poeta e Giovanna Antonelli já pegaram carona na tendência e mostraram a padronagem em peças variadas.

Paolla Oliveira, Patricia Poeta, Giovanna Antonelli (Fotos: AgNews/Reprodução/Instagram)
Paolla Oliveira, Patricia Poeta, Giovanna Antonelli (Fotos: AgNews/Reprodução/Instagram)
Foto: Elas no Tapete Vermelho

O tradicional xadrez, de origem escocesa e sempre associado ao guarda-roupa masculino, entrou com tudo nas produções femininas. Aparece em saias, blusas, vestidos, blazeres, moletons, coletes, jaquetas e até em acessórios, como bolsas e sapatos. No desfile da grife à La Garçonne , no último dia 11, o estilista Alexandre Herchcovitch apostou na estampa, algumas vezes misturada com renda.

Desfile da grife À La Garçonne, com looks em príncipe de gales (Fotos: Francisco Cepeda/AgNews)
Desfile da grife À La Garçonne, com looks em príncipe de gales (Fotos: Francisco Cepeda/AgNews)
Foto: Elas no Tapete Vermelho

#ficaadica1: O xadrez foi popularizado pelo príncipe de Gales (título que o herdeiro do trono inglês recebe) Eduardo VII nas primeiras décadas do século XX. É também chamado de Glen Check, nome que faz referência ao vale de Glenurquhat, em Inverness-shire, na Escócia. A condessa Seafield foi a primeira a usar a estampa em tecido de lã, como vestimenta para seus guarda-caças durante o século XIX.

#ficaadica2: O xadrez príncipe de gales apresenta várias linhas cruzada, algumas maiores e outras menores, em tons básicos, como bege, marrom, preto e cinza. Algumas linhas podem também vir em tom contrastante, como vermelho. Ou cinza e preto com bege.

#ficaadica3: Quem colocou a padronagem no holofote da moda foi Demma Gvasalia, diretor criativo de Balenciaga, já a partir do primeiro desfile que fez para a marca, para o inverno 2016. O russo, que fundou o coletivo Vetements, tem o chamado dedo fashion. Praticamente tudo que cria vira tendência, como aconteceu com  a silhueta oversized.

#ficaadica4: É possível usar o xadrez em looks inteiros ou em detalhes. A mistura com cores vivas, como vermelho, amarelo e azul-turquesa, cria contrastes bacanas na produção.

#ficaadica5: Misturar peças mais pesadas, como um blazer com a padronagem, com outra mais leve, como um vestido de seda, também é boa opção para criar um look com pesos diferentes.

Inspire-se nos looks das famosas.

Paolla Oliveira

Paolla Oliveira (Fotos: Leo Franco/Agnews)
Paolla Oliveira (Fotos: Leo Franco/Agnews)
Foto: Elas no Tapete Vermelho

A atriz Paolla Oliveira participou do desfile das Pernambucanas recentemente. Um dos looks vinha com a saia em padronagem príncipe de gales, misturada a blusa vermelha e jaqueta bomber bordada. A combinação é ótima opção para looks urbanos e de trabalho. Veja como o vermelho dá uma realçada na padronagem formal.

Patrícia Poeta

Patricia Poeta (Fotos: Agnews)
Patricia Poeta (Fotos: Agnews)
Foto: Elas no Tapete Vermelho

A apresentadora Patricia Poeta misturou o paletó xadrez príncipe de gales, da Le Lis Blanc (R$ 1.990), com vestido tipo camisola (R$ 1.590), da mesma marca. O contraste da peça pesada com o slip dress cria um look moderno e chique. O sapato vermelho quebra a sisudez das cores sóbrias.

Giovanna Antonelli

Giovanna Antonelli (Fotos: Reprodução/Instagram/@gioanto)
Giovanna Antonelli (Fotos: Reprodução/Instagram/@gioanto)
Foto: Elas no Tapete Vermelho

Giovanna Antonelli postou, durante sua estadia em Portugal, em 2017, look com blusa tipo moletom com a padronagem príncipe de gales, combinando com calça jeans, bota cáqui e bolsa preta (veja detalhes aqui) . O look prova que o xadrez não é só para produções sociais, mas também despojadas e confortáveis.

Elas no Tapete Vermelho

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade