PUBLICIDADE

Enem: veja como auxiliar os filhos nos dias anteriores à prova

Muitos jovens ficam nervosos e até sem saber o que fazer nos dias antes da tão esperada prova do Enem; saiba como agir com eles nesse momento

28 out 2023 - 17h01
(atualizado em 30/10/2023 às 16h19)
Compartilhar
Exibir comentários

Está chegando aquele momento tão falado e até temido, especialmente durante o Ensino Médio: a prova do Enem. Realizada entre os dias 5 e 12 de novembro, mais de um milhão de estudantes de todo o Brasil vão realizar a prova e responder as 180 questões objetivas, além da redação. Porém, nos dias antes do exame, surge em muitos pais uma dúvida: como ajudar seus filhos nesse momento?

A prova do Enem acontece nos dias 5 e 12 de novembro - Shutterstock
A prova do Enem acontece nos dias 5 e 12 de novembro - Shutterstock
Foto: Alto Astral

Afinal, muitos jovens ficam nervosos ou com dificuldades nas semanas anteriores ao Enem. E é justamente aí que os pais podem ser de grande ajuda, orientando os filhos e até auxiliando nos estudos em si, dependendo do caso.

Segundo Cesar Guimarães, que é professor, matemático, físico e mestre pela USP, nem todos os pais vão ter um conhecimento dos assuntos para ajudar diretamente nos estudos, já que podem não lembrar mais de alguns deles. Caso tenham, podem sim ajudar, fazendo perguntas sobre os temas, por exemplo.

Mas o que todos podem tentar fazer é auxiliar na organização dos estudos dos filhos, ajudando-os a criar um cronograma de estudos. Esse cronograma pode ser ajustado se aparecerem outros compromissos pontuais, até porque o lazer também é importante, mas é necessário tentar não o bagunçar muito.

Já Maria Beatriz Neri Flores, que é psicóloga da Newton Paiva, sugere outro tipo de ajuda ligado ao ambiente. "É importante que os pais proporcionem um ambiente de estudos adequado para seus filhos e respeitarem o momento de estudos, para que eles possam se concentrar e ter um melhor rendimento", diz ela, que atua no NAPp -Núcleo de Apoio Pedagógico.

Para ambos os profissionais, outra questão importante é o lado psicológico do estudante nessa reta final para o Enem, e os pais também têm grande papel nisso.

O problema da pressão excessiva: o que evitar?

Quando os jovens sentem uma pressão muito grande em relação ao Enem ou outros vestibulares, isso pode ser prejudicial. Essa pressão excessiva pode vir do próprio estudante, dos professores da sociedade no geral ou, muitas vezes, dos pais (mesmo que essa não seja a intenção).

"É muito comum os pais, na tentativa de ajudar, cobrarem dos filhos além do que eles dão conta, jogando neles as responsabilidades de cumprirem com o sonho que idealizaram. Essa cobrança externa gera uma autocobrança exagerada nesse aluno, que pode vir a apresentar episódios de ansiedade quando pensa que pode não dar conta de atender as expectativas colocadas nele", diz Maria.

Ou seja, é preciso evitar essa cobrança excessiva e incentivar os filhos nesse momento. "Sempre reforçar que eles se prepararam o ano todo para essa prova, que estão com o conhecimento necessário para conseguir responder às questões e, principalmente, que estão os apoiando independentemente do resultado. Também cabe aos pais conversarem com os filhos sobre como eles estão se sentindo com a chegada da prova. Caso necessário, inclusive, buscar a ajuda de profissionais que possam auxiliar", explica a psicóloga.

Além disso, Maria ressalta que outra atitude dos pais que pode prejudicar os alunos sem que eles nem percebam é a comparação com outras pessoas. Segundo ela, não ajudará ficar falando que o primo estudou mais, ou que o vizinho tirou notas melhores nos simulados. Até porque, cada pessoa apresenta um ritmo diferente.

Cesar explica que o outro extremo — a falta completa de pressão — também não é bom. "(Deixar a criança se virar completamente) também prejudica. Se ele não está acostumado já a fazer a programação do dia dele, esse aluno não vai conseguir se virar sem nenhuma cobrança no equilíbrio correto", diz o CEO da MMP Materiais Pedagógicos.

A estratégia ideal para antes do Enem

Um aspecto que também deixa os estudantes ansiosos na reta final do Enem é aquela questão: o que fazer nesses últimos dias? Será que é melhor intensificar os estudos nessa reta final ou usar esse tempo para relaxar? Você também pode tentar orientar seus filhos nesse sentido caso eles precisem.

Segundo os profissionais, a estratégia nesse sentido vai variar de aluno para aluno. "Para alguns, é necessário um momento mais relax antes da prova, depois do ano todo de estudos intensos. Para outros, a tensão não permite esse descanso, então preferem manter os estudos", exemplifica Maria.

O que é certo é que, mesmo para quem quiser estudar, não adianta tentar ver o conteúdo todo novamente ou colocar muitas novas informações para dentro. Assim, incentive os seus filhos a focarem na revisão nessa reta final.

"Uma saída pode ser observar quais conteúdos mais foram cobrados nos últimos anos em cada área do conhecimento. Aí, é possível traçar uma lista de prioridades, priorizando a revisão dos conteúdos que tem mais dificuldade", diz a psicóloga.

Além disso, os profissionais também ressaltam a importância do descanso e do relaxamento nesses dias antes da prova. "Importante também priorizar noites de sono bem dormidas, alimentação saudável e hidratação, para chegar no dia da prova com a disposição necessária", explica a especialista. Ela ressalta também a necessidade de o estudante passar esses dias junto com aqueles que o amam e o ajudam a se sentir mais relaxado e confiante.

Por fim, no próprio dia da prova também há algumas recomendações que vão ajudar. "O aluno tem que estar bem para essa prova. Ou seja, tem que estar descansado. E é importantíssimo ter feito uma boa refeição e leve, para não passar dor de barriga na prova", comenta Cesar.

Alto Astral
Compartilhar
Publicidade
Publicidade