PUBLICIDADE

Como cuidar de gatos filhotes?

Conversamos com um veterinário para esclarecer os principais cuidados de alimentação, higiene, saúde e socialização dos gatos enquanto ainda são filhotes

22 mai 2022 15h05
ver comentários
Publicidade
Os gatos filhotes requerem cuidados específicos nesta fase da vida
Os gatos filhotes requerem cuidados específicos nesta fase da vida
Foto: Shutterstock / Alto Astral

É uma missão impossível não se apaixonar por gatos filhotes. Muito fofinhos, esses pets ganham nosso coração com apenas uma miada, não é mesmo? Assim, logo decidimos ter um gatinho como melhor amigo, mas, claro, isso requer cuidados muito específicos com alimentação, saúde, higiene e até mesmo socialização. Afinal, quanto mais filhote ele for, mais dependente será de você!

Aprenda a cuidar direitinho do seu bichano com as dicas dadas pelo veterinário Rapahel Clímaco e esclareça suas principais dúvidas sobre essa fase da vida do pet! Confira: 

Alto Astral: Como deve ser a alimentação do gatinho?

Raphael Clímaco: O gato mama até, aproximadamente, os 45 dias de vida. Após terminar a lactação, começa a dieta seca com rações — específicas para essa fase filhote, conhecidas como "Puppy" ou "Júnior". Nesta fase, existe o mito de dar leite ao animal, mas isso não deve ser feito. Depois, a dieta poderá ser mesclada entre seca (rações) e úmidas, como sachês indicados para a idade, importantes para a composição alimentar. 

AA: Qual é o esquema vacinal para os felinos?

RC: Eles precisam tomar a vacina de raiva e também a vacina múltipla, conhecidas como quadruplas ou quíntuplas femininas, que conferem proteção contra os principais vírus. Diferente dos cães, os gatos têm um repertório menor de vacina, sendo necessárias apenas essas duas.

AA: Quanto à caixa de areia, há dicas para facilitar esse processo? 

RC: É preciso colocar a caixa de areia próximo ao local onde o felino vive. Se você mora em uma casa grande, por exemplo, não deixe no jardim, mas no espaço em que o gato tenha mais acesso, que esteja visível. Isso porque ele tem o hábito de enterrar as necessidades de forma natural, ou seja, basta deixar à mostra nas primeiras vezes, que ele fará o processo e já estará ensinado.

AA: O gatinho passará a viver em um novo ambiente com possíveis perigos para um pet curioso. Quais cuidados devem ser tomados?

RC: Os gatos ingerem quase tudo que veem pela frente, porque brincam em movimento. Então, tome cuidado com novelos e brinquedos com partes pequenas fáceis de sair. Outra coisa importante é trocar a água com frequência, pois os felinos preferem sempre água fresca. Além disso, lembre-se que gatos são escaladores, por isso é imprescindível telar TODAS as janelas da casa ou do apartamento. Por último, mas fundamental, é a castração quando não houver interesse em acasalamento. É essencial que sejam castrados para mudar seu comportamento de fugir de casa, por exemplo, para acasalar e acabarem contraindo doenças e/ou sofrendo acidentes. 

Fonte: Rapahel Clímaco, médico veterinário, sócio-fundador e diretor de saúde da Plamev Pet, em Aracaju (SE). 

Alto Astral
Publicidade
Publicidade