0

Não gosta de filtro solar? Veja seis alternativas para usar

11 jun 2014
08h00
atualizado às 10h23
  • separator
  • comentários

Não é de hoje que especialistas recomendam o uso diário de filtro solar, especialmente para o rosto, colo e as mãos, partes do corpo que, mesmo no inverno, estão mais expostas à radiação ultravioleta. É verdade, porém, como já foi noticiado, inclusive, por pesquisas, os brasileiros (tanto homens quanto mulheres) não têm o hábito de passar o protetor solar. 

Apesar de, comprovadamente, seu uso prevenir o câncer de pele, além de manchas e até mesmo do envelhecimento precoce, justificativas não faltam para a sua não utilização. Entre elas, a desculpa de que ele deixa a pele oleosa, esbranquiçada e que escorre com o suor. A verdade é que, atualmente, há uma solução para cada motivo que fazia muita gente deixá-lo de lado. Por isso, confira, a seguir, seis soluções que prometem fazer você mudar de ideia sobre o filtro solar.

<p>Ignorado por muitos brasileiros, o filtro solar tradicional pode ser substituído por diversas alternativas existentes no mercado que garantem 100% de proteção</p>
Ignorado por muitos brasileiros, o filtro solar tradicional pode ser substituído por diversas alternativas existentes no mercado que garantem 100% de proteção
Foto: Shutterstock
Toque seco
Se o problema era deixar a pele oleosa, hoje em dia, já existem várias opções no mercado com efeito mate ou toque seco, que custam entre R$ 50 e R$ 70. “Eles não causam acne e possuem textura leve, ideal para o dia a dia”, afirma Fernanda Casagrande, dermatologista, do Rio Grande do Sul, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

À prova d’água
Se o problema é que ele saía na água ou escorria com o suor, agora isso é coisa do passado. Quem pratica esportes mais intensos deve optar por um filtro solar à prova d’água. “Eles conferem maior tempo de proteção e possuem textura mais espessa.” Entretanto, os donos de pele oleosa devem tomar cuidado. “Costumo indicá-los apenas na praia ou prática de esportes, porque podem causar acne em peles oleosas”, alerta Fernanda. Os produtos para o corpo podem ser encontrados em farmácias e perfumarias por cerca de R$ 20. Já os para o rosto ficam em torno de R$ 50. 
 
Com maquiagem
Para não atrapalhar a maquiagem do dia a dia, uma boa opção é o filtro solar com cor ou com base. Segundo a especialista, eles são ainda mais eficazes. “Conferem uma proteção maior, por possuírem pigmento, que funciona como uma barreira física.” Já existem diversas opções disponíveis nas lojas, que saem a partir de R$ 40.
 
Óleo
O óleo com proteção contra os raios solares, que custa entre R$ 20 e R$ 30, é uma alternativa para quem tem a pele negra ou morena. Essas pessoas costumam se queixar de que o filtro solar comum deixa a pele esbranquiçada.
 
Spray
A falta de praticidade também é uma reclamação de quem não usa o produto para se proteger do sol. Para isso, há no mercado opções de filtro solar em spray. “Especialmente indicados para áreas com mais pelos, como dos homens, pois facilitam a aplicação. Também é indicado para uso no couro cabeludo”, diz a dermatologista.

Para beber 
Outra opção prática para quem não tem tempo, seria o protetor solar para beber. Pouco difundido, e ainda sem eficácia comprovada por dermatologistas, o produto, desenvolvido por uma empresa americana, promete ativar uma certa vibração molecular, que filtra em 97% a radiação solar. 

 

Fonte: Agência Hélice

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade