0

Manteiga de cacau é nova aliada na luta contra as estrias

25 jun 2014
09h55
  • separator
  • comentários

Muita gente já ouviu falar que, especialmente no inverno, a melhor solução para combater o ressecamento dos lábios é o uso contínuo da popular manteiga de cacau. O que pouca gente sabe, porém, é que as propriedades do produto também são indicadas para combater outro problema que atinge em cheio a vaidade de muitas mulheres: as temidas estrias. 

Além de hidratar os lábios, manteiga de cacau agora é recomendada para combater estrias
Além de hidratar os lábios, manteiga de cacau agora é recomendada para combater estrias
Foto: Thinkstock

As estrias ocorrem pela hiperextensibilidade da pele devido ao aumento de peso e massa muscular, à gravidez, ao uso de medicamentos e às alterações hormonais. Tratamentos sistêmicos com corticosteróides e tópicos com corticosteróides fluorados podem ser feitos, no entanto, é necessário apresentar uma pele bem hidratada. Para isso, existem substâncias que atuam na hidratação, ajudando a cútis a suportar melhor as oscilações. É o caso da manteiga de cacau. 

“Apesar de não ter estudos científicos comprovando os seus benefícios, ela é rica em antioxidantes, vitaminas e minerais que neutralizam os efeitos dos radicais livres na pele”, ensina a Dra. Carla Góes, cirurgiã pós-graduada em medicina estética pela Universidade John F. Kennedy e integrante da Sociedade Brasileira de Laser e da Associação Brasileira de Cosmetologia (ABC). 

Além disso, ela explica que o produto é totalmente umectante e hidratante, sendo capaz de melhorar a qualidade do tecido e, por consequência, a aparência das estrias, por ser rica em vitamina E e vitaminas A e C, que estimulam a produção de colágeno, substância que dá elasticidade à derme.

É por isso que, apesar de não haver estudos científicos sobre a sua atuação, especialistas acreditam que se a pele for massageada com a manteiga de cacau, o aparecimento de estrias será coibido, assim como o de rugas e outros sinais de envelhecimento. Para isso, contudo, o hábito deve ser mantido por, no mínimo, um mês continuamente.

Fonte: Agência Hélice

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade