0

Conheça os alimentos ricos em colágeno que fazem bem à pele

9 mai 2014
08h00
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Presente em 25% da proteína existente no corpo inteiro, o colágeno é fundamental para conferir firmeza e jovialidade à pele
Presente em 25% da proteína existente no corpo inteiro, o colágeno é fundamental para conferir firmeza e jovialidade à pele
Foto: Shutterstock

Responsável por conferir firmeza e jovialidade à pele dando sustentação às células do nosso corpo, o colágeno é fundamental para a saúde do organismo. Mais ainda após os 30 anos de idade, quando os níveis ideais da substância tendem a sofrer profunda queda e sua reposição se torna ainda mais importante. Nessa hora, uma dica simples é remanejar o cardápio, apostando no consumo diário de alimentos que facilitam a síntese do colágeno no organismo. 

As opções de alimentos que reforçam o cardápio são inúmeras, e vão desde cortes de carne, até leguminosas. Quem dá a dica do que por no prato é Irene Coutinho de Macedo, coordenadora do curso de Bacharelado em Nutrição do Centro Universitário SENAC, de São Paulo. “Os responsáveis pela síntese do colágeno são os aminoácidos essenciais, que não são produzidos pelo organismo humano, mas estão disponíveis nos alimentos de fonte proteica”, ensina. Conheça a seguir quais esses alimentos. 

Carnes, Ovos, Leites e Derivados
Alimentos de origem animal contêm proteínas denominadas de alto valor biológico, ou seja, que apresentam todos os aminoácidos essenciais para atender as necessidades nutricionais. Além disso, as proteínas de origem animal possuem alta digestibilidade e por isso são aproveitadas em sua totalidade pelo organismo.  

Esses alimentos podem fazer parte das refeições diárias, desde o café da manhã até o lanche da noite. O ideal é consumir as carnes (bovina, suína, aves, caprinos e peixes) grelhadas, assadas ou cozidas, dando prioridade para cortes magros e sem pele.

Leites e derivados (iogurte e queijos) podem ser consumidos no café da manhã e nos lanches intermediários, mas se houver necessidade da redução de gordura na dieta, pode-se optar pelas versões desnatadas. Já os ovos, podem ser consumidos cozidos ou mexidos. 

Leguminosas, Cogumelos Comestíveis, Grãos e Sementes 
As leguminosas (feijão, ervilha, grão de bico, lentilha, soja) também são fontes vegetais das substâncias que sintetizam o colágeno e podem ser consumidas na forma de caldos, sopas, saladas ou pastas. Já os cogumelos comestíveis, os grãos e sementes (quinoa e chia) podem ser refogados, crus ou como acompanhamentos e recheios.

Quanto e quando comer?
Observar a quantidade e a periodicidade de consumo dos alimentos também é fundamental.  “Atualmente, o Guia Alimentar para a População Brasileira recomenda o consumo diário de uma porção de carnes e ovos, três porções de leite e derivados e uma porção de leguminosas por dia”, afirma Marselle Bevilacqua Amadio, professora  do curso de Bacharelado em Nutrição do Centro Universitário Senac, de São Paulo. 

Vale lembrar que não há contraindicação de consumo destes alimentos desde que a quantidade ingerida seja adequada à necessidade nutricional de cada indivíduo.  

Veja também:

Beirute: A mãe em trabalho de parto durante a explosão
Fonte: Agência Hélice
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade