Palm painting: conheça a técnica de tintura com a mão

6 set 2017
08h00

O palm paiting consiste, basicamente, em substituir os pincéis pelas mãos na hora de colorir o cabelo. Ele surgiu na Europa, mas o grande visionário foi ninguém menos que... um brasileiro! O colorista Marcos Veríssimo desenvolveu a modalidade junto ao salão Neville Hair & Beauty, no qual trabalha em Londres.

A técnica dá um ar muito mais natural ao cabelo, principalmente quando cores mais claras são adicionadas à equação. Ademais, a manutenção não precisa ser feita com tanta frequência.

A irregularidade das mechas faz com que o retoque da raiz fique menos evidente, o que permite um espaço de tempo maior entre as idas ao salão. Dessa maneira, seu cabelo sofre menos com a tintura.

Outra vantagem no processo é o tempo de ação do produto no cabelo. Os fios são coloridos de forma mais devagar e sem aqueles papelotes, o que ajuda a não os danificar tanto.

Apesar de parecer mais fácil, todo cuidado é pouco. O profissional precisa de muita visão para que as mechas tenham harmonia entre si. Fazer em casa não é uma boa ideia, já que é difícil ter a visão do cabelo como um todo. Consulte um hairstylist de confiança e arrase!

Na pós-coloração, os cuidados são os mesmos de qualquer procedimento químico. Apesar de não ser tão agressiva, essa técnica ainda conta com produtos que ressecam os fios. Por conta disso, uma hidratação é imprescindível para a manutenção das madeixas.

O uso de shampoos e condicionadores para o couro cabeludo também é extremamente importante. A tintura deixa a pele sensível, por isso, esta região do corpo precisa receber atenção especial. Os fios só conseguem crescer de maneira forte e saudável se eles tiverem uma base sólida.

Fonte: TC

compartilhe

publicidade
publicidade