Corte o seu cabelo crespo em casa!

28 ago 2017
08h00

Cortar o cabelo em casa exige cuidados, mas é uma forma de mudar sem precisar gastar muito dinheiro. Se você está certa que este é o caminho a ser seguido, fique atenta a alguns detalhes.

Dá para ter um cabelo crespo incrível e cortado em casa!
Dá para ter um cabelo crespo incrível e cortado em casa!
Foto: m-imagephotography - iStock

Ter em mente o tipo de corte que será realizado é essencial. O objetivo é ter mais volume? Diminuir as pontas? Modelar as madeixas? Cada corte traz resultados diferentes, portanto, é algo que precisa ser pensado com antecedência.

Somado ao corte, o tipo do seu cabelo influencia – e muito – no produto final. Você precisa entender a estrutura das suas madeixas para que elas reajam da maneira esperada. Fios crespos, normalmente, acabam encolhendo quando a tesoura entra em cena, por isso, vá com calma. Deixe uma margem de segurança para que o seu cabelo não fique mais curto o que o pretendido.

Se o estilo for muito elaborado, peça ajuda: uma mãozinha extra pode ser fundamental para auxiliar nos lugares mais difíceis de ser alcançados.

Na hora do corte, escolha uma tesoura afiada e específica para as madeixas. Não adianta pegar aquela que você usa para cortar o papel. É primordial ter uma ferramenta de qualidade para que os seus fios não sejam danificados.

Outra dica é escolher um ambiente bem iluminado para fazer o procedimento. Estar atenta aos detalhes faz toda a diferença no final.

Lembre-se também de cuidar dos seus fios antes e depois do corte. Cabelos fortes são menos propensos a queda e mais fáceis de serem modelados.

Madeixas saudáveis precisam de cuidados com o couro cabeludo diariamente e shampoos e condicionadores são uma solução acessível e efetiva.

Se depois de todas essas dicas, você ainda tiver dúvidas se deve ou não cortar o cabelo sozinha, busque um profissional para te orientar.

Acertar o corte depois de um estrago é difícil e toma tempo.

Se você quiser inovar do seu jeito, comece aos poucos com pequenos ajustes.

Não se esqueça do velho ditado: a pressa é inimiga da perfeição!

Fonte: TC

compartilhe

publicidade
publicidade