PUBLICIDADE

5 fatos importantes sobre anorexia nervosa em homens

Homens afetados têm uma taxa de mortalidade seis vezes maior, diz artigo

22 fev 2024 - 09h03
Compartilhar
Exibir comentários
Até 0,3% dos homens são diagnosticados com anorexia nervosa
Até 0,3% dos homens são diagnosticados com anorexia nervosa
Foto: iStock / Jairo Bouer

Embora seja mais associada às mulheres, a anorexia nervosa é um transtorno alimentar que afeta tanto homens quanto mulheres. Além disso, os homens afetados têm uma taxa de mortalidade seis vezes maior do que os homens na população em geral, como reforça um artigo publicado no periódico da Associação Médica Canadense com o objetivo de aumentar a conscientização sobre esse grave problema de saúde. 

"A identificação precoce e o tratamento rápido são essenciais", alerta Basil Kadoura, especialista em saúde adolescente do British Columbia Children's Hospital e da Universidade de British Columbia, um dos autores do artigo. 

5 fatos sobre anorexia nervosa em homens

Os pesquisadores trazem algumas informações que podem ser cruciais na identificação e tratamento precoce do transtorno alimentar em pessoas do sexo masculino:

1. Até 0,3% dos homens são diagnosticados com anorexia nervosa. O estigma, a baixa literacia em saúde mental e os estereótipos de gênero reduzem os comportamentos de busca de ajuda e levam a um tratamento tardio, com piores resultados.

2. Certos adolescentes do sexo masculino têm maior risco. Atletas envolvidos em esportes focados no corpo e na força, como ciclismo, corrida e luta livre, têm maior risco de desenvolver o transtorno, assim como homens racial e etnicamente diversos e pessoas gays, bissexuais, trans e queer.

3. A triagem para comportamentos ligados ao aumento muscular é importante para avaliar a anorexia nervosa. Mudanças na dieta, vômitos, excesso de exercícios e uso de suplementos e esteroides anabolizantes são possíveis sinais de alerta. O Muscularity-Oriented Eating Test é uma ferramenta usada por especialistas para avaliar esses comportamentos alimentares.

4. As complicações podem ser potencialmente fatais. Estas incluem instabilidade nos sinais vitais, frequência cardíaca mais lenta que o normal, anormalidades eletrolíticas e outras condições. Uma história detalhada, exame físico e exames de sangue ajudarão a identificar problemas médicos graves e orientar o tratamento.

5. O tratamento baseado na família é recomendado para pacientes ambulatoriais. Nesta abordagem recomendada pelas diretrizes, os pais são considerados especialistas em seus adolescentes e lideram a renutrição de seu filho.

"A maioria dos adolescentes do sexo masculino com anorexia nervosa pode ser tratada como pacientes ambulatoriais com tratamento baseado na família e monitoramento médico contínuo. No entanto, alguns adolescentes podem necessitar de tratamento hospitalar", escrevem os autores.

Jairo Bouer
Compartilhar
Publicidade
Publicidade