PUBLICIDADE

Entidade contesta declaração de Eduardo Leite e diz que alertou sobre chuvas no Sul

Ciclone extratropical já vitimou quase 40 pessoas no Estado

7 set 2023 - 13h01
(atualizado às 16h01)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Reprodução/Redes sociais

A MetSul, uma entidade meteorológica do Rio Grande do Sul,  disse na noite de quarta-feira, 6, que as chuvas extremas que atingiram o Sul do Brasil foram previstas e alertadas a autoridades do Estado.

A entidade rebateu as declarações do governador Eduardo Leite (RS) de que os modelos matemáticos de previsão dos institutos meteorológicos não teriam indicado o volume de chuva que atingiu o Estado nos últimos dias.

Segundo a MetSul, a declaração do governador não procede. “A MetSul Meteorologia foi o único ente de previsão do tempo a advertir para a possibilidade de volumes de chuva acima de 300 mm na Metade Norte gaúcha neste começo de setembro", diz em nota. 

A tragédia causada pelas fortes chuvas, consequência de um ciclone extratropical, já vitimou 39 pessoas no Estado. " A gravidade do que avizinhava já era conhecida muitos dias antes. A ciência meteorológica cumpriu o seu papel", afirma em outro trecho a entidade.

Estado de calamidade pública 

O governador decretou estado de calamidade pública após fazer um sobrevoo na região na tarde de quarta-feira. O decreto foi publicado em edição extra do Diário Oficial do Estado e contempla 79 municípios. Leite também anunciou na ocasião o cancelamento do tradicional desfile de 7 de setembro em todo o Estado.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade