PUBLICIDADE

Dia da Amazônia: a importância da maior floresta tropical do planeta

O Dia da Amazônia é oportunidade para celebrar toda a diversidade natural deste bioma, lar de inúmeras espécies da fauna e flora

4 set 2023 - 21h28
Compartilhar
Exibir comentários
Floresta Amazônica é fundamental para as chuvas no continente
Floresta Amazônica é fundamental para as chuvas no continente
Foto: Rhett Ayers Butler - Mongabay / iStock

O Dia da Amazônia é uma grande chance de celebrar e saber mais sobre um dos patrimônios naturais mais importantes do planeta. Esse bioma é essencial para o mundo e é lar de inúmeras espécies de vegetais e animais, além de contribuir para o equilíbrio climático global.

Apesar de sua importância, a floresta amazônica enfrenta desafios há décadas. Atividades como mineração, extração de madeira, desmatamento para criação de pastagens e tráfico de animais são alguns problemas que podem fazer a Amazônia ser ainda mais destruída.

O dia da floresta amazônica serve para comemorar a importância desse bioma e, principalmente, reforçar a conscientização sobre a preservação de toda a fauna e flora da área, considerada a principal floresta tropical do mundo.

Quando é o Dia da Amazônia?

O Dia da Amazônia é comemorado no dia 5 de setembro no Brasil. A data remete ao ano de 1850, quando o então imperador D. Pedro II decretou a criação da província do Amazonas, que corresponde ao atual estado de mesmo nome. A ação do imperador emancipou o território, que antes pertencia ao Grão-Pará, província que corresponde hoje ao estado do Pará.

Em 19 de dezembro de 2007, o Dia da Amazônia foi instituído oficialmente com a sanção da Lei nº 11.621, que afirma que a data deve ser celebrada em todo o território nacional anualmente. Além disso, 5 de setembro é feriado estadual no Amazonas.

Qual o objetivo do Dia da Amazônia?

O Dia da Amazônia visa conscientizar o país para preservar a floresta. Afinal, com o impacto das ações do ser humano e também diante do aquecimento global, a Amazônia corre o risco de se degradar de forma permanente.

O dia também serve para celebrar a riqueza natural, diversidade e importância da floresta para o Brasil e o mundo. Entre as principais curiosidades sobre a floresta amazônica, estão:

- A floresta amazônica tem, aproximadamente, 5 milhões de km²;

- A Amazônia está presente em 9 países: Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Peru, Venezuela, Suriname e França, devido ao território da Guiana Francesa. 60% da floresta estão no Brasil;

- No Brasil, a Amazônia está presente em 9 estados: Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Roraima, Rondônia, Tocantins, ocupando quase 50% do território brasileiro;

- O Rio Amazonas, um dos maiores do mundo, lança 175 milhões de litros de água por segundo no mar;

- A bacia hidrográfica da Amazônia é a maior do mundo e tem 20% da água doce do planeta;

- As Unidades de Conservação (UCs) são territórios protegidos de floresta e, na Amazônia, totalizam 314, somando 26% da área da Amazônia (mais de 1 milhão de km²);

- A cada minuto, uma área equivalente a 2 campos de futebol é desmatada na floresta amazônica, de acordo com a ONG (Organização Não-Governamental) Greenpeace;

- Segundo outra ONG, a WWF Brasil, em torno de 70% das áreas desmatadas da Amazônia são usadas para pastagens e atividades da pecuária;

- A mesma ONG indica que a floresta já perdeu mais de 15% do seu tamanho original e o percentual pode chegar a 25% até 2050.

De acordo com o INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), foram desmatados 3.149 km² de floresta nos primeiros 7 meses de 2023, em comparação com o mesmo período do ano anterior. O número representa queda de 42,5%.

Em 2022, a Amazônia teve seu maior índice de desmatamento em 15 anos, com 10.573 quilômetros quadrados desmatados, o que equivale a quase 3 mil campos de futebol por dia.

Qual é a importância da preservação da Floresta Amazônica?

A Amazônia é vital para o mundo, já que um dos seus papéis é fornecer umidade para todo o sul do continente, o que contribui para a geração de chuvas que viajam para o Brasil e outros países, além de ajudar na estabilidade do clima em todo o planeta.  

Além disso, a floresta amazônica abriga 38 milhões de habitantes, entre eles povos indígenas que estão no território há séculos e são fundamentais para a preservação de todo o meio ambiente da região. De acordo com o IPAM (Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia), as áreas da Amazônia mais preservadas são onde estão as terras indígenas, sendo que existem em torno de 180 povos originários na região.

A fauna da Amazônia é rica e abriga centenas de espécies: são mais de 400 espécies de anfíbios, mais de 400 mamíferos e em torno de 1.300 aves. Animais como o peixe-boi amazônico, o boto-cor-de-rosa, a onça-pintada, a sucuri e a harpia (uma das maiores aves de rapina do planeta) vivem na floresta amazônica.

O pirarucu também é característico do bioma amazônico e é um dos maiores peixes de água doce do mundo, chegando a pesar 200 kg. Por falar em peixes, estima-se que a Amazônia abriga 85% das espécies da América do Sul.

A variedade de plantas e vegetais disponíveis na Amazônia também contribui para a produção de medicamentos, para a indústria de alimentos e para a economia local. Estima-se que a floresta conta com mais de 40 mil espécies de plantas diferentes. Estudiosos estimam que a Amazônia também pode abrigar plantas e animais que ainda não foram catalogados.

A Amazônia também é formada por diferentes tipos de vegetação. Além das florestas mais densas, existem várzeas inundadas, superfícies alagadas chamadas de florestas de igapó (local onde a vitória-régia é comum) e manguezais, habitat de diversas espécies de crustáceos.

Saiba mais notícias sobre o meio ambiente e tudo que envolve a preservação da floresta amazônica e do planeta, além de curiosidades sobre sustentabilidade e fatos da natureza, no Terra Planeta!

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade