PUBLICIDADE

Toyota domina e faz dobradinha nas 24 Horas de Le Mans

Marca japonesa não deu chance para ninguém e venceu com autoridade; Negrão garante pódio

22 ago 2021 12h51
ver comentários
Publicidade
Toyota Hypercar: vitória histórica.
Toyota Hypercar: vitória histórica.
Foto: Divulgação

A Toyota confirmou o favoritismo e venceu com autoridade as 24 Horas de Le Mans de 2021. O trio vitorioso foi o que comandou o Toyota GR010 número 7, pilotado pelo japonês Kamui Kobayashi, o argentino José María López e o britânico Mike Conway. Em segundo ficou o carro número 8 da marca, do suíço Sébastien Buemi, o japonês Kazuki Nakajima e o neozelandês Brendon Hartley. Em terceiro chegou o protótipo da Alpine, com o brasileiro André Negrão subindo ao pódio ao lado dos franceses Nicolas Lapierre e Matthieu Vaxiviere.

E todos os carros da categoria Hypercar dominaram as cinco primeiras posições da classificação final. Além dos três carros que foram ao pódio, os dois bólidos da Glickenhaus terminaram logo atrás. O trio formado pelo brasileiro Pipo Derani e pelos franceses Franck Mailleux e Olivier PLA ficou em quarto, enquanto que o bólido comandado pelo australiano Ryan Briscoe, pelo francês Romain Dumas e pelo britânico Richard Westbrook cruzaram a linha de chegada no quinto lugar.

Negrão fez pódio com a Alpine.
Negrão fez pódio com a Alpine.
Foto: Divulgação

Sustos na largada e na prova
A largada das 24 Horas de Le Mans foi debaixo de chuva e atrás do safety car. Após algumas voltas de apresentação, o carro de segurança deixou a pista e abriu espaço para que a corrida começasse. E logo na primeira curva, o Glickenhaus número 708 acertou o Toyota número 8, danificando partes da carenagem de ambos. Apesar do susto, a pancada não comprometeu o desempenho dos bólidos, que seguiram.

A pista seguiu úmida por algumas horas e não foi raro ver carros escapando da pista. Alguns acidentes sem maiores gravidades também foram vistos. Porém, o primeiro acidente que causou preocupação foi o sofrido pelo brasileiro Marcos Gomes. Seu Aston Martin escapou após a curva Indianápolis e bateu com força nas barreiras de pneus com cerca de três horas de prova. Gomes chegou a ser levado ao hospital, mas foi liberado sem maiores problemas.

Largada em Le Mans sob chuva.
Largada em Le Mans sob chuva.
Foto: Divulgação

Outra batida mais forte aconteceu no início da noite em Le Mans. O protótipo número 1 da categoria LMP2 comandado pela alemã Sophia Floersch foi atingido pelo bólido do argentino Franco Colapinto logo após a curva Indianápolis. Sophia ficou com seu carro atravessado na pista e, enquanto tentava fazer o carro funcionar, foi atingida pelo carro número 74 do belga Tom Cloet. Pior para a pilota alemã e para o trio feminino formado ainda pelas pilotas Tatitana Calderón e Beitske Visser, já que o carro não conseguiu seguir na prova, abandonando na sexta hora de prova.

Brasileiros no pódio
Além do pódio de André Negrão, que ficou em terceiro no geral e na Hypercar, o Brasil teve outro piloto no pódio. Felipe Fraga cruzou em segundo na GTE AM com o seu Aston Martin da equipe TF Sport. Já os demais brasileiros não tiveram tanta sorte na prova. Além do acidente de Marcos Gomes, Felipe Nasr sofreu com seu carro e terminou apenas em 20º na LMP2. Já Daniel Serra terminou em quinto na categoria GTE Pro com seu Ferrari 488.

Vencedores de cada categoria
A seguir, veja os trios vencedores de cada categoria:
Hypercar: Toyota GR010 -  Kamui Kobayashi, Mike Conway e Jose Maria Lopez
LMP2: Oreca 07 Gibson - Robin Frijns, Ferdinand Habsburg e Charles Milesi
GTE Pro: Ferrari 488 GTE Evo - Alessandro Pier Guidi, James Calado e Côme Ledogar
GTE AM: Ferrari 488 GTE Evo - François Perrodo, Nicklas Nielsen e Alessio Rovera

Parabólica
Publicidade
Publicidade