PUBLICIDADE

5 recordes da F1 que ninguém quer bater

Existem recordes como o de títulos e vitórias que todo mundo quer ter, mas nesta lista vamos falar dos indesejados

23 nov 2021 10h32
| atualizado em 24/11/2021 às 12h11
ver comentários
Publicidade

Na F1, é comum vermos comemorações por quebra de recordes, principalmente porque nos últimos anos, marcas como de mais vitórias, pódios e poles foram quebradas por Lewis Hamilton. Mas existem alguns recordes que ninguém deseja quebrar. Aqui vamos falar de cinco deles:

1 - Mais GPs sem vitórias
O primeiro recorde desta lista é indigesto e o detentor dele é o famoso piloto italiano Andrea de Cesaris, que correu nos 208 GPs nos anos 80 e 90 sem conquistar triunfos, De Cesaris era conhecido por ter uma certa fama, mas vamos falar disso em outro recorde dessa lista que também é dele. De Cesaris teve dois segundos lugares, nos GPs da Alemanha e África do Sul de 1983.

De Cesaris no GP da Grã-Bretanha de 1982
De Cesaris no GP da Grã-Bretanha de 1982
Foto: McLaren F1 / Twitter

O italiano chegou perto de vencer em algumas situações, como no GP de Mônaco de 1982, onde uma pane seca acabou lhe afetando, e ainda assim terminou em terceiro.Na Bélgica, em 1991, De Cesaris estava em segundo com sua Jordan, o carro da frente que era Senna, que estava com problemas e possivelmente ele iria conseguir ultrapassá-lo, mas o motor deixou ele na mão faltando apenas duas voltas. Ao final de 208 GPs, encerrou a carreira em 1994.

2 - Mais GPs sem poles
Esse recorde pertence a um piloto do grid atual, e obviamente só cresce a cada GP, com 214 corridas, o piloto da Red Bull Racing, Sérgio Perez, detém o recorde. Mas, pela primeira vez tem carro competitivo para talvez chegar a conquistar a pole, será que ainda vai vir esse ano?

Sergio Perez durante o GP dos Países Baixos de 2021
Sergio Perez durante o GP dos Países Baixos de 2021
Foto: Red Bull Racing / Twitter

3 - Mais abandonos
O recorde de mais abandonos pertencem a dois pilotos italianos que correram nos anos 80 e 90, Riccardo Patrese e Andrea De Cesaris, 147 GPs, mas De Cesaris tem uma porcentagem maior, com 70%, enquanto Patrese tem 57%. Muitos foram por problemas mecânicos, porém De Cesaris era conhecido por cometer muitos erros, inclusive também tem o recorde de abandonos seguidos, foram 22 entre os GPs da Austrália de 1986 e Canadá 1988.

Riccardo Patrese durante o GP do México de 1991
Riccardo Patrese durante o GP do México de 1991
Foto: Williams F1 / Twitter

4 - Mais GPs sem liderar nenhuma volta
Martin Brundle tem nove pódios na F1, contando dois segundos lugares, mas curiosamente nunca liderou uma volta, foram 158 GPs entre 1984 e 1996 sem liderar nenhuma volta.

Martin Brundle durante a temporada de 1994
Martin Brundle durante a temporada de 1994
Foto: McLaren F1 / Twitter

5 - Maior número de vitórias em uma temporada sem ser campeão mundial
Lewis Hamilton tem vários recordes muitos legais, mas em 2016 ele bateu um que talvez não quisesse, até aquele momento o recorde era de 7 vitórias para um vice-campeão, o que tinha acontecido quatro vezes, duas com Alain Prost (1984 e 1988), uma com Kimi Raikkonen (2005) e Michael Schumacher (2006).

Lewis Hamilton no último GP de 2016
Lewis Hamilton no último GP de 2016
Foto: F1 / Twitter

Naquela temporada, a F1 contava com um amplo domínio da Mercedes, das 21 provas, apenas em duas a equipe não levou. Nico Rosberg já começou vencendo os primeiros quatro GPs daquele ano, Lewis chegou a se recuperar e assumiu a liderança no GP da Hungria, ampliando no GP da Alemanha, mas vários fatos depois, inclusive largadas ruins e também uma quebra de motor na Malásia, fez com que Nico Rosberg chegasse com 313 pontos contra 285 após vencer o GP do Japão, faltando quatro etapas.

Nico tinha 9 vitórias, contra 6 de Hamilton, o britânico teria que vencer os quatro últimos GPs e torcer para uma combinação de resultados. Para Rosberg ser campeão, bastavam três segundos lugares e um terceiro. Mas Nico conseguiu chegar em segundo em todas as corridas, enquanto Lewis venceu e chegou a 10 vitórias, até hoje o maior número de vitórias de um não campeão.

Parabólica
Publicidade
Publicidade