PUBLICIDADE

Corolla Cross, Bronco Sport e Taos podem bater o Compass?

Atacado pela primeira vez no segmento de SUV médio, Jeep Compass reage contra Toyota Corolla Cross, Ford Bronco Sport e Volkswagen Taos

29 abr 2021
0comentários
Publicidade
Jeep Compass.
Jeep Compass.
Foto: Stellantis

Por enquanto, só o Toyota Corolla Cross está disputando vendas com o Jeep Compass. Mas, a partir do final de maio, o SUV americano fabricado em Goiana (PE) será atacado também pelo Ford Bronco Sport e pelo Volkswagen Taos. Por causa disso, a Jeep fez um robusto facelift no Compass para a linha 2022, incluindo um novo motor 1.3 turbo flex.

Dos quatro, o Compass é o único que tem motor a diesel (2.0 turbo de 170 cv). O Corolla Cross é o único que tem propulsão híbrida (1.8 aspirado flex com dois motores elétricos) e motor aspirado (2.0 flex de 177 cv). O Bronco Sport é o único que terá tração 4x4 com motor a gasolina. O Taos não tem nada de especial em termos de motorização (1.4 turbo flex de 150 cv).

O ponto fraco do Corolla Cross é não ter motor turbo. O Taos tem um turbo econômico (250 TSI). O Compass tem um turbo econômico e potente (T270). Não sabemos ainda se o Bronco Sport terá opção flex em seu motor, que é o mais poderoso de todos (2.0 EcoBoost de 248 cv e 373 Nm).

Toyota Corolla Cross.
Toyota Corolla Cross.
Foto: Toyota / Divulgação

O Jeep Compass e o Ford Bronco Sport também são os únicos que oferecem tração 4x4. Como se vê, há muita variedade, porém as mais abrangentes são as do Jeep Compass, que tem nove versões, com as seguintes opções: 4x2, 4x4, turbo, flex, diesel, câmbio AT6 e AT9.

Claro que os consumidores não vão olhar apenas para essas questões mecânicas, mas são elas que definem a agilidade, consumo e versatilidade do carro. Para sorte de todos os envolvidos, é possível que todos ganhem, ou seja, que o segmento cresça em volume, sem tirar vendas do Jeep Compass, atual líder da categoria C-SUV (médio) com cerca de 70% de participação.

Segundo Everton Kurdejak, diretor comercial da Jeep, na primeira semana de vendas do Corolla Cross, quando a Toyota vendeu 1.000 unidades de seu SUV, o Compass vendeu 700 unidades do modelo antigo. “Esperamos novos recordes com o novo carro, sim”, afirmou Kurdejak ao Guia do Carro. Isso significa que a Jeep pode vender mais de 60 mil Compass este ano. No ritmo dos primeiros quatro meses, chega a 57 mil ou 58 mil.

Ford  Bronco Sport.
Ford Bronco Sport.
Foto: Ford

Antes de lançar o novo Compass, a Jeep esperava vender 1.000 unidades antecipadas. Vendeu 5.365. Toda a produção de abril e maio já está vendida. A chegada do novo Compass Série S T270 (flex) deve mudar o mix de vendas do líder da categoria. No momento é de 50/50 na proporção flex/diesel. Já chegou a ser 46/54 flex/diesel. A Jeep espera que este ano o flex passe na frente devido ao novo motor: 60/40.

Segundo Alexandre Aquino, diretor da Marca Jeep na Stellantis, 50% das vendas do novo Compass devem ser das versões Longitude e Série 80 Anos. Depois vêm a Limited com 25%, a Sport e a Série S com 10% cada e a Trailhawk com 5%. A Toyota corre por fora com o Corolla Cross Hybrid, que representa 30% de suas vendas. A Ford vai trazer apenas uma versão do Bronco Sport (Wildtrak), para competir justamente com a versão menos vendida do Compass (Trailhawk); portanto, vai disputar um nicho. Resta saber a estratégia do Volkswagen Taos.

Volkswagen Taos..
Volkswagen Taos..
Foto: VW / Divulgação

Por tudo isso, com exceção do Corolla Cross Hybrid, que ataca um nicho ainda não explorado pela Jeep, nenhum dos outros carros deve roubar vendas do Compass. Mas ainda este ano a Jeep deve trazer o Compass 4xe, um híbrido plug-in mais evoluído do que o SUV da Toyota.

Guia do Carro
Publicidade
Publicidade