0

Novo padrão Wi-Fi unificará roteadores de diferentes marcas em redes mesh

15 mai 2018
11h39
  • separator
  • comentários

Atualmente, a única forma de criar uma rede mesh é adquirindo diversos roteadores ou pontos de acesso de uma só marca, mas essa limitação deve ser eliminada em breve.

Isso porque a Wi-Fi Alliance, organização sem fins lucrativos que criou o padrão para redes sem fio e responsável pela certificação de equipamentos Wi-Fi, anunciou nesta segunda-feira (14) o lançamento do programa EasyMesh, que visa a interoperabilidade entre roteadores e pontos de acesso de diferentes fabricantes por meio de um novo padrão de comunicação.

Conforme explica Kevin Robinson, vice-presidente de marketing da Wi-Fi Alliance, a unificação dos equipamentos de diferentes marcas não será uma barreira para que cada uma das fabricantes desenvolva seus próprios recursos exclusivos e melhorias nas especificações técnicas. Dessa forma, caso uma empresa ofereça recursos mais avançados, o consumidor pode optar pela aquisição de um único aparelho em vez de ser obrigado a substituir todos os equipamentos de sua rede.

Novo padrão de redes mesh Wi-Fi EasyMesh (GIF: Wi-Fi Alliance)
Novo padrão de redes mesh Wi-Fi EasyMesh (GIF: Wi-Fi Alliance)
Foto: Canaltech

Robinson também reiterou que a padronização ocorrerá via software, podendo facilmente ser aplicada através de atualizações de firmware nos equipamentos de rede, não restringindo a novidade apenas aos modelos mais novos das fabricantes.

Além de garantir a liberdade para que os usuários escolham por roteadores de diferentes fabricantes, o EasyMesh também se destaca por propor um método mais simples de configuração e balanceamento inteligente de distribuição da rede.

Conforme observou o Verge, é possível que as empresas que aderirem ao novo padrão insiram um selo de suporte ao novo padrão nas caixas dos aparelhos. Entretanto, a adequação dos equipamentos de rede ao programa EasyMesh não é obrigatória, sendo esta uma decisão que cabe a cada fabricante.

Ainda de acordo com as palavras de Robinson, a tecnologia será implementada "em breve". Entre as empresas que estão apoiando a iniciativa estão a AirTies, a ARRIS e a ASSIA.

Canaltech Canaltech

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade