PUBLICIDADE

Luiz Henrique e Léo misturam sertanejo com piseiro em novo single

22 jul 2022 - 18h42
Ver comentários
Publicidade

A dupla Luiz Henrique e Léo mostrou nesta semana um spoiler do que vem por aí do audiovisual Ao Vivo em Goiânia, gravado em abril deste ano. A novidade é o single Aqui Não, Vagabundo, um mix de sertanejo com piseiro e que tem a participação de Paulo Pires, que viralizou com o hit Ameaça ao lado de MC Danny e Marcynho Sensação. A música fala sobre aqueles "contatinhos" que ligam de madrugada, sempre depois da "revoada".

O audiovisual Ao Vivo em Goiânia será lançado em breve e conta com participações de Henrique e Diego, Netto e Henrique e Paulo Pires. No total são 10 faixas, sendo nove inéditas e uma regravação - a do hit Anticorpos, lançado em 2021. A direção-geral do projeto ficou por conta de Rafael Vanucci, com a produção musical de Dudu Oliveira e  direção de vídeo de Will Santos (Terra Produções).

Foto: Divulgação / The Music Journal

Luiz Henrique de Oliveira Borges (Luiz Henrique) e Leonardo Muniz Rossini (Léo) se conheceram em 2010, na faculdade, em Ilha Solteira, e atualmente moram em Birigui, interior de São Paulo. A paixão pela música falou mais alto e eles começaram a conciliar os cursos com as festas de república até que os palcos se tornaram de fato, a vida da dupla.

Desde então, a dupla não parou mais. Luiz Henrique e Léo colecionaram hits, composições que estouraram nas vozes de artistas como Cristiano Araújo e fizeram parcerias com duplas de renome como Israel e Rodolffo, Henrique e Diego e mais recentemente Guilherme e Benuto.

Hoje já são mais de 40 composições, tanto gravadas pela dupla quanto por outros artistas. Destaques para Hoje eu tô Terrível, Anticorpos, Amores Rasos e Qual é a do Amor.

Confira nossa entrevista com a dupla:

"Aqui Não, Vagabundo" é a estreia de vocês gravando um piseiro e traz um feat de respeito. Esse audiovisual que vocês gravaram tá puxando pra qual lado do Luiz Henrique e Léo? Mais romântico, mais festeiro…?

Luiz Henrique: "Ela é uma mistura de influências do sertanejo batidão, tbm trás elementos do piseiro. Uma pegada que contagia e o refrão chiclete, o lado festeiro sobressai nessa música, mas também trás o lado superação de um relacionamento, em uma perspectiva feminina no refrão. O projeto foi adiado um tempinho por causa da pandemia, mas a gente queria saber o que da ideia inicial foi levado para essa gravação e o que surgiu de novo no decorrer da produção do audiovisual".

Léo: "O projeto foi modificado completamente. A nossa idéia antes da pandemia era gravar um DVD mais intimista, com regravações e sonoridade mais clean. Com a pandemia, engavetamos o dvd e resolvemos apostar em um EP (Fogueira) e um single (Anticorpos com participação de Guilherme e Benuto). Graças a Deus foram projetos que andaram muito bem e possibilitaram a gente gravar o DVD ao vivo em Goiânia"

A dupla já fez feats de peso e também já compôs pra muitos artistas. Para esse audiovisual, o que é autoral e o que vocês estão gravando que é de outros compositores?

Léo: "A única autoral é Anticorpos. As outras nove músicas são de grandes compositores do mercado sertanejo, como Rodrigo Reys, compositor da "Aqui Não Vagabundo"".

A previsão é de lançamento do projeto inteiro é para breve, mas vocês já têm ideia do que deve sair depois de "Aqui Não, Vagabundo"?

Luiz Henrique: "Estamos pensando nas estratégias e analisando a melhor forma de lançar o restante do material. Mais pra frente a gente promete que revela pra vocês".

The Music Journal The Music Journal Brazil
Publicidade
Publicidade