PUBLICIDADE

O que se sabe sobre o acidente em Capitólio (MG)

Desabamento de parte de cânion deixou 10 mortos e mais de 30 feridos

8 jan 2022 23h38
| atualizado em 10/1/2022 às 14h09
ver comentários
Publicidade
Imagem dos cânions na cidade de Capitólio no interior de Minas Gerais, cerca de 280km da capital Belo Horizonte
Imagem dos cânions na cidade de Capitólio no interior de Minas Gerais, cerca de 280km da capital Belo Horizonte
Foto: Thiago Calil / Estadão

desabamento de pedras no lago de Furnas, em Capitólio (MG), deixou 10 mortos e mais de 30 feridos neste sábado, 8. O acidente aconteceu no início da tarde deste sábado e a causa ainda é desconhecida.

Veja o que se sabe sobre a tragédia

Número de mortos e vítimas 
Segundo informações do Corpo de Bombeiros, 10 pessoas morreram no acidente. A estimativa inicial era de 20 pessoas desaparecidas, no entanto, o número foi reduzido conforme os corpos foram sendo encontrados.

O acidente
O desabamento aconteceu no início da tarde de sábado. Ao todo, 4 embarcações foram atingidas pelas pedras e 2 ficaram submersas. Segundo o Corpo de Bombeiros, a corporação foi acionada para o resgate às 12h45. 

Buscas
40 bombeiros e mergulhadores participaram do trabalho de resgate. As buscas por helicóptero não foram possíveis devido às más condições de tempo no local.

Rocha desaba sobre barcos de turistas em Capitólio, Minas Gerais:

Quais as causas do desmoronamento?
Inicialmente o acidente foi atribuído as fortes chuvas que atingiram a região, mas ainda não há informações oficiais sobre as suas causas.

Em nota, a Marinha informou que abrirá inquérito para "apurar as circunstâncias do acidente/fato ocorrido analisará os aspectos sobre a segurança da navegação, a habilitação dos condutores envolvidos, o ordenamento aquaviário do local e a observância das normas e legislações emanadas pela Autoridade Marítima". 

A Defesa Civil de MG já havia emitido alerta sobre o risco de trombas d´água na região de Capitólio, mas ainda não se sabe o porquê os passeios não foram suspensos.

Os turistas poderiam estar tão próximos dos cânions?
Segundo o Corpo de Bombeiros, cabe a marinha Marinha informar se os turistas poderiam estar próximos ao paredão rochoso. 

Já o prefeito da cidade de Capitólio, Cristiano Silva, disse em entrevista à GloboNews que o local estava apto para o visitação.

Vítimas identificadas
A Polícia Civil já identificou os 10 mortos da tragédia em cânion.  São elas:

- Júlio Borges Antunes, 68, natural de Alpinópolis (MG);
- Camila Silva Machado, 18 anos, de Paulínia (SP);
- Sebastião Teixeira da Silva, 64, de Anhumas (SP);
- Marlene Augusta Teixeira da Silva, 57, de Itaú de Minas (MG);
- Mykon Douglas de Osti, 24, de natural de Campinas (SP);
- Geovany Teixeira da Silva, 37 anos, natural de Itaú de Minas (MG);
- Geovany Gabriel Oliveira da Silva, 14 anos, natural de Alfenas (MG);
- Thiago Teixeira da Silva Nascimento, 35 anos, natural Passos (MG);
- Rodrigo Alves dos Anjos, piloto da lancha, 40 anos, nascido em Betim (MG);
- Carmem Pinheiro da Silva tinha, 43 anos, natural de Cajamar (SP);

Última atualização às 14h08

Fonte: Equipe portal
Publicidade
Publicidade