3 eventos ao vivo

Vaticano diz que saúde de Bento XVI não gera preocupação

Papa emérito está com uma infecção no rosto

3 ago 2020
13h25
atualizado às 13h29
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Vaticano informou nesta segunda-feira (3) que o estado de saúde do papa emérito Bento XVI não é motivo de "preocupação especial".

Bento XVI em visita à Alemanha, no fim de junho
Bento XVI em visita à Alemanha, no fim de junho
Foto: ANSA / Ansa

A declaração chega após a imprensa alemã ter divulgado que Joseph Ratzinger está em uma condição "extremamente frágil" devido a uma infecção no rosto.

"Segundo informado pelo secretário pessoal [de Bento XVI] Georg Gänswein, a condição de saúde do papa emérito não é motivo de preocupação especial, a não ser aquela para um idoso de 93 anos que está superando a fase mais aguda de uma doença dolorosa, mas que não é grave", disse a sala de imprensa do Vaticano.

De acordo com o jornal alemão Passauer Neue Presse, que cita o biógrafo de Joseph Ratzinger, Peter Seewald, o antecessor de Francisco tem erisipela, doença que provoca erupções vermelhas e dolorosas na pele. "Seu raciocínio e sua memória são velozes, mas sua voz é dificilmente audível no momento", diz a matéria.

O problema teria se agravado após a morte do irmão de Bento XVI, Georg Ratzinger, 96, ocorrida no dia 1º de julho. Seewald relatou ter se encontrado com o papa emérito no último sábado (1º) para mostrar sua nova biografia e que ele apareceu "otimista, apesar da doença".

Bento XVI chegou a visitar Georg, que também era padre, no fim de junho, em sua primeira viagem internacional desde que renunciou ao pontificado, em 2013. Após deixar o comando da Igreja Católica, Ratzinger passou a viver de forma reclusa no mosteiro Mater Ecclesiae, no Vaticano. .
   

Veja também:

A igreja que conecta fiéis a Deus com a ajuda do álcool
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade