0

Premier italiano debate crise no Mediterrâneo com Erdogan

Turquia vem causando briga marítima na exploração de combustívei

16 set 2020
10h01
atualizado às 10h13
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, e o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, conversaram por telefone nesta quarta-feira (16) e discutiram diversos temas de importância regional.

Conte debateu com Erdogan questões relacionadas com o mar Mediterrâneo
Conte debateu com Erdogan questões relacionadas com o mar Mediterrâneo
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

A sucinta nota publicada pelo governo italiano não deu detalhes das discussões, apenas limitando-se a dizer os temas debatidos: "a situação do Mediterrâneo Oriental, as relações entre UE-Turquia, a crise líbia e relações bilaterais".

Na última semana, Conte foi um dos participantes de uma reunião do chamado grupo EuroMed, que reúne os líderes dos países banhados pelo Mar Mediterrâneo (mais Portugal), e que emitiu uma dura nota contra Ancara por conta das explorações turcas de gás e petróleo na área oriental do Mediterrâneo.

Os europeus ameaçaram impor sanções econômicas se Erdogan não abrir o diálogo sobre a atual crise que criou com a Grécia.

Gregos e turcos brigam por questões relacionadas às fronteiras marítimas - onde os primeiros acusam Ancara de invasão em uma disputa que se arrasta desde julho.

Além das questões migratórias e da guerra civil, a Líbia também é alvo dessas discussões do Mediterrâneo. No fim de 2019, Erdogan fechou um acordo com o governo líbio para explorar os combustíveis fósseis nas águas territoriais do país. Porém, o pacto não é reconhecido por nenhum governo internacional, além de Atenas acusar que a área abrangida entra em suas águas territoriais.

A ligação desta quarta ocorre cerca de um mês depois de outra conversa entre Conte e Erdogan, realizada em 17 de agosto. À época, o comunicado do governo italiano se limitou a dizer que era preciso "trabalhar para melhorar as relações" entre a União Europeia e a Turquia. .
   

Veja também:

A igreja que conecta fiéis a Deus com a ajuda do álcool
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade