Portugal prorroga lockdown de Covid-19, mas planejará suspensão de restrições

25 fev 2021
0comentários
Publicidade

Portugal prorrogou nesta quinta-feira ao menos até meados de março um lockdown de âmbito nacional para combater a disseminação do coronavírus, mas seu presidente pediu ao governo que monte um plano para suspender gradualmente as regras rígidas.

Pedestres caminham em rua do centro da cidade do Porto durante lockdown
 8/2/2021   REUTERS/Violeta Santos Moura
Pedestres caminham em rua do centro da cidade do Porto durante lockdown 8/2/2021 REUTERS/Violeta Santos Moura
Foto: Reuters

Portugal travou sua batalha mais dura contra a pandemia no mês passado, quando registrou a pior disparada de infecções e mortes per capita do mundo durante semanas, e seu serviço de saúde ficou à beira do colapso.

"Infelizmente, a situação de calamidade pública causada pela pandemia de Covid-19 continua", disse o presidente, Marcelo Rebelo de Sousa, em um comunicado. Ele explicou que, embora o número de casos esteja caindo, a pressão sobre os hospitais continua alta.

Mas o lockdown tem diminuído rapidamente a quantidade diária de casos e mortes - nesta quinta-feira foram registrados 49 óbitos e 1.160 casos novos, os níveis mais baixos desde outubro, quando os negócios ainda estavam abertos.

Rebelo de Sousa disse que um plano de relaxamento das regras do lockdown deve ser preparado para que, quando a situação da pandemia permitir, as medidas possam ser suspensas gradualmente. Em maio de 2020, o governo adotou uma abordagem setor a setor para sair do confinamento.

"O desconfinamento futuro precisa ser planejado em estágios, com base em recomendações dos especialistas e em dados objetivos", disse Rebelo de Sousa, acrescentando que mais exames de Covid-19 e rastreamento de contatos são necessários para que a suavização das medidas seja um "sucesso".

O Parlamento votou pela prorrogação do lockdown no mínimo até 16 de março. Ele entrou em vigor no dia 15 de janeiro, quando foi imposto pela primeira vez desde a onda inicial.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade